Em live no dia das mães, Ivete Sangalo critica falta das vacinas, desmatamento da floresta amazônica, chacina do Jacarezinho e a liberação do porte de armas

A cantora Ivete Sangalo realizou sua live especial de dia das mães hoje (09), reunindo alguns dos seus hits ao longo dos seus 28 anos de carreira, nela a cantora aproveitou para se posicionar também sobre questões importantes.


Ela fez um discurso em favor da compra das vacinas para o combate da pandemia COVID-19, a qual já causou mais de 420 mil mortes no país e vem sendo tratada com descaso pelo presidente Jair Bolsonaro; uma dessas vitimas foi o ator e roteirista Paulo Gustavo, que faleceu no dia 4 de maio devido a complicações causadas pela doença, a cantora amiga de longa data do ator prestou uma homenagem a ele e sua mãe, Déa Lucia, durante o evento.

Ivete ainda criticou o desmatamento da floresta amazônica e a liberação do porte de armas, o qual a cantora é contra, entoando os versos “Deixa as armas para lá e traz a ciência”, trocando a palavra “festa” da letra original por “ciência” da canção “Muito Obrigado Axé”.

Confira:



>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<