Anitta fala sobre mortes em operação policial no Jacarezinho: “a polícia brasileira desafia a justiça máxima”

Anitta fala sobre mortes em operação policial no Jacarezinho: “a polícia brasileira desafia a justiça máxima”

Durante bastante tempo, diversos internautas cobraram posicionamento por parte de Anitta em questões sociais e políticas e agora que a carioca descobriu que também tem o direito de falar sobre tais assuntos, será difícil fazer ela parar!

Anitta utilizou seus redes sociais neste fim de semana para repudiar a ação que considerou “brutal” e “ilegal” realizada pela polícia na última quinta-feira (6). Uma ação para prender criminosos e o fluxo de drogas dentro da comunidade do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, acabou em conflito e a polícia acabou matando 27 criminosos que receberam os policiais a tiros.

>>> DJ transforma “Girl From Rio” de Anitta em funk 150 bpm; ouça

Vale lembrar que dois polícias foram mortos na operação, sendo um da CORE, com um tiro na cabeça e outro da Polícia Civil.

Assim como diversas personalidades, Anitta se posicionou contra a ação da polícia civil, que teria invadido casas e ainda teria realizado uma ação sem autorização do STF que desde junho do ano passado,  suspendeu operações em favelas durante a pandemia. A decisão permite apenas ações em hipóteses absolutamente excepcionais, entretanto, o termo não define o que e quais seriam essas hipóteses.

>>> Anitta curte noitada em Miami ao lado de Kylie Jenner e Travis Scott

Anitta classificou o ato como brutal, ilegal e deu a entender que a operação foi uma ação “burra”, já que feriu diversas pessoas que não estavam envolvidas na ação. A cantora ainda disse que o Rio de Janeiro sofreu a maior chacina da história.

>>> Anitta arrasa em performance de “Girl From Rio” no programa de Jimmy Kimmel; assista

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<