Selena Gomez peita CEOs de rede sociais e exige providências sobre fake news; entenda

Selena Gomez peita CEOs de rede sociais e exige providências sobre fake news; entenda

Selena Gomez segue trabalhando com a era “Revelación”, seu primeiro EP totalmente em espanhol e a cantora tem rendido bons frutos com o projeto, mas se tem algo que é capaz de acabar com a alegria de Gomez, são as fake news.

A intérprete de “De Una Vez” decidiu enfrentar CEOs das mais famosas redes sociais do mundo e em tom de convite para um discurso a cantora exigiu medidas de redes como Facebook, Instagram, Twitter e até do próprio Google acerca de notícias mentirosas que tem como principal intuito, difamar e destruir celebridades e pessoas.

>>> Com “Revelación”, Selena Gomez tem a maior estreia de um EP feminino espanhol na parada britânica; confira

Ainda e de novo o Facebook, Instagram, Twitter e Google falha conosco ao permitir a propagação de mentiras perigosas só para fazerem mais dinheiro. O Congresso já deu 24 horas para eles tomarem medidas e eles não agiram.

>>> Selena Gomez pode se aposentar da carreira musical em breve; entenda

Não sendo respondi dapelas redes sociais, Selena Gomez FOI ATRÁS DOS DONOS e cobrou um por um posicionamentos sobre um tem tão perigoso.

“Mark Zuckenberg (Founder do Facebook), Shery Sandberg (CEO do Facebook), Sundai Pirchai (CEO do Google), Susan Wojcicki (CEO do YouTube), todos voocês tem poder para consertar isso. Estão esperando o que?”

A revolta da cantora se deu por um levantamento de que por dia, mais de 800 posts contendo informações mentirosas sobre vacinação e o coronavirus são emitidas por sites e figuras importantes dentro dos Estados Unidos.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<