“Ice Cream” de BLACKPINK e Selena Gomez conquista feitos no YouTube, mas não quebra recorde de BTS ; confira números

As meninas do BLACKPINK fizeram mais um incrível retorno ao mundo da música. Depois de todo o barulho de “How You Like That”, o quarteto se uniu a Selena Gomez e conquistaram bons números ao redor do mundo.

Primeiro single do novo álbum de estúdio das meninas, o “The Album”, “Ice Cream” conquistou bons números, tanto no YouTube, quanto nas plataformas de streams, tais como Spotify e Apple Music. Lançada diretamente com seu colorido e divertido videoclipe, o single vem conquistando um excelente desempenho nas paradas ao redor do mundo. Ao todo já são mais de 44 números #1 no iTunes, incluindo países como Brasil, França, Canadá e Nova Zelândia.

No YouTube, o videoclipe bateu a marca de 76 milhões de visualizações em 24 horas, não conseguindo superar os meninos do BTS com o smash hit “Dynamite”, que atualmente detêm o topo dos videoclipes mais rápidos da história a atingir 100 milhões de views. Entretanto, as meninas e Selena Gomez destronaram os boys coreanos e Halsey com “Boy With a Luv” do top 3 da lista, assumindo agora a 2º posição com “How You Like That”, totalizando 86.2 milhões de views e logo em seguida, “Ice Cream”.

Confira o TOP 5:

BTS – “Dynamite” (101.1 milhões de views em 24 horas)
BLACKPINK – “How You Like That” (86.3 milhões de views em 24 horas)
BLACKPINK ft. Selena Gomez – “Ice Cream” (76 milhões de views em 24 horas)
BTS ft. Halsey – “Boy With Luv” (74.6 milhões de views em 24 horas)
Taylor Swift ft. Brandon Urie – “ME!” (65.2 milhões de views em 24 horas)

Além de assumir o top 3 da lista, em colaboração com Selena Gomez, a nova música das meninas do BLACKPINK conseguiu quebrar um novo recorde em sua estreia no YouTube. O grupo atingiu a marca de 2 milhões de curtidas no videoclipe na incrível marca de 1 hora e 37 minutos, superando o feito de “Kill This Love”, que teve a mesma conquista em uma hora e 49 minutos.

O álbum das meninas será lançado dia 2 de outubro. Ansisos?

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<