Lily Allen e os 15 anos de Alright, Still

Lily Allen e os 15 anos de Alright, Still

Lançado em julho de 2006, o aclamado álbum da britânica Lily Allen foi um sucesso comercial, com nota 79 no Metacritic um dos sites de críticas mais conhecidos mundialmente. ‘Alright, Still’ rendeu quatro singles oficiais e indicação ao Grammy.

Allen tem um talento incomparável, produtora, compositora, atriz, apresentadora e agora mãe, não teve um início fácil como muitos pensam. Sua voz e trabalhos foram rejeitados por várias gravadoras londrinas no começo da carreira, até que conheceu seu primeiro empresário, George Lamb e o mesmo conseguiu contrato com a London Records em 2002, em pouco tempo de casa, a gravadora perdeu o interesse em Lily e a desligou de sua grade. Após o episódio, Allen deixou de tentar contrato em gravadoras e foi estudar horticultura para ser florista, inusitado isso, não acham?

A ascensão

Sua paixão agora por flores não fez nossa diva desistir da música, mesmo estudando continuou compondo novas músicas. Seu empresário acreditava muito em Allen e apresentou as novas músicas compostas aos produtores Future Cut. E adivinhem o que aconteceu? Sim, um novo contrato, agora com a Regal Recordings em 2005. A nova casa de Allen não investiu muito na moça, devido preocupações e interesses com lançamentos de outros artistas contratados, acredito que se essa gravadora tivesse investido mais em Lily no inicio, ela seria muito maior do que é.  

Lembram-se do MySpace? Pois é, Lily foi uma das várias artistas que chegaram ao conhecimento do público através da plataforma. A conta da moça ganhou os ouvidos do público em pouco tempo e as demos lançadas no serviço de streaming foram ganhando milhares de ouvintes. Uma dessas demos era ‘LDN’ com o sucesso, 500 cópias em formato vinil foram lançadas às pressas. Nesse período Allen lançou duas mixtapes para promoção do seu trabalho. A Regal Recordings ficou impressionada com o potencial da garota e deram-lhe mais autonomia no processo criativo do álbum de estreia e canções escritas no passado para serem inclusas na obra.

Singles

Ainda pelo MySpace, Lily Allen divulgou Smile como primeiro single oficial. A música foi lançada pouco tempo antes da estreia do primeiro álbum e se tornou um sucesso de imediato, figurou o topo do iTunes. Estreou na posição #13 no UK Charts, parada de singles do Reino Unido e dias antes do lançamento de ‘Alright, Still’ figurou o topo da mesma parada musical com quase 40 mil cópias vendidas. Nos EUA, a música alcançou a posição de número #49 na tabela da Billboard Hot 100.

LDN foi relançada em setembro de 2006, após o estrondoso sucesso do primeiro single. Lembram que essa música foi lançada em formato vinil na época de ascensão no MySpace? Então, ela foi escolhida como segundo single e também fez um grande sucesso, figurou a posição #6 no UK Charts, foi trilha sonora de filme e foi listada pela revista Rolling Stone como uma das 100 melhores canções de 2007 na posição de número #30.

Littlest Things e Alfie fizeram sucessos moderados pelas terras da rainha. Uma curiosidade sobre ‘Alfie’ é que a música é um lado B da canção ‘Shame For You’ (Lado A) para promoção do quarto single da cantora.

Alright, Still’ foi lançado em 13 de julho de 2006, contou com produção de Greg Kurstin e o talentoso Mark Ronson. Em sua primeira semana debutou na posição de número #2 no UK Albuns Charts, parada de álbuns britânicos e pouco tempo depois foi certificado com disco de platina. Nos EUA, o álbum foi lançado em janeiro de 2007 e vendeu mais de 520 mil cópias pelas terras do Tio Sam. O sucesso foi tão grande que fez Lily ganhar sua primeira indicação na 50° edição do Grammy Awards, na categoria de ‘Melhor Álbum Alternativo’.  Ao todo, foram mais de 2,5 milhões de cópias vendidas ao redor do mundo.

Saudades da Lily Allen e dessa época são grandes. ‘Alright, Still’, foi um marco na música pop londrina e até hoje é lembrado por muitas pessoas. Lily passeia por vários estilos musicais, porém não perde sua identidade. Sua voz doce nos traz paz e bem estar. Ela entrega muito em seus álbuns e não decepciona. Agora comentem ai suas impressões sobre esse álbum da Lily Allen.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<