Após revisão, Taylor Swift deixa de concorrer em Grammy de Álbum do Ano com o “SOUR”, de Olivia Rodrigo; entenda

Após revisão, Taylor Swift deixa de concorrer em Grammy de Álbum do Ano com o “SOUR”, de Olivia Rodrigo; entenda

Os fãs de Taylor Swift ficaram bem alegres com a chance de Taylor Swift concorrer duas vezes em uma das categorias mais importante do Grammy, a categoria de Álbum do Ano.

A intérprete de “willow” estava indicada na categoria de Álbum do Ano por “evermore” e também pelo “SOUR”, de Olivia Rodrigo, por ter sido creditada em duas faixas.

Segundo as novas regras da premiação, compositores que fossem creditados também receberiam gramofones na categoria que premia o melhor álbum do ano e devido a isso, Taylor Swift, Jack Antonoff e St. Vicent acabaram sendo indicados ao prêmio pela composição de “Deja Vu” e “1 step forward, 3 steps back” , faixa presente no álbum de Olívia Rodrigo, o “SOUR”.

Para quem não sabe, “Deja vu”, inclui uma interpolação de “Cruel Summer”, faixa de Taylor que foi co-escrita por Antonoff e St. Vincent, para o álbum “Lover”. Já “1 step forward, 3 steps back”, contém interpolação de “New Year’s Day”, do álbum “reputation”.

A Recording Academy fez uma atualização oficial no último domingo (05) e reviu as indicações de Swift, Antonoff e St. Vicent:

“Durante o processo de inscrição, a Academia recebeu os créditos da gravadora pela faixa ‘Deja vu’. Na semana passada, recebemos os créditos corretos da gravadora que reconhece Annie Clark, Jack Antonoff e Taylor Swift como compositores de uma interpolação na faixa, ‘Deja vu’. De acordo com as diretrizes atuais do Grammy, como compositores de uma faixa interpolada, Clark, Antonoff e Swift não são indicados na categoria álbum do ano por Sour. Antonoff e Swift estão nomeados na categoria com o álbum de Swift, evermore. ” – Tradução por Taylor Swift Brasil.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<