Em entrevista, Selena Gomez revela detalhes sobre sua saúde mental; confira

A frente de seu mais novo trabalho, o álbum “Rare”, que será lançado amanhã (10), Selena Gomez segue dando várias entrevistas. A cantora estampa a capa de fevereiro da revista WSJ, do Wall Street Journal, e abre o jogo sobre como trabalhou para melhorar sua saúde mental nos últimos anos.

Na entrevista para a WJS, Gomez conta que tinha autoestima baixa e que isso é algo que ela trabalha continuamente. E ainda revela:

“Meus momentos altos eram realmente altos, e meus momentos baixos duravam por semanas. Eu descobri que sofro, sim, com problemas de saúde mental e, honestamente, foi um alívio. Eu descobri que existia uma forma de conseguir ajuda e encontrar pessoas em quem confiar”.

A cantora diz que ao buscar tratamento, fez com que ela se tornasse mais empoderada e que ganhou muito conhecimento sobre o que estava acontecendo com ela mentalmente. Gomez tem trabalhado com terapeutas há mais de seis anos. “Eu embarquei na medicação certa e minha vida mudou completamente”.

Ficar fora das redes sociais, também foi necessário.

“Eu dei uma pausa [do Instagram] por um ano, talvez um ano e meio. Prefiro ficar longe de qualquer coisa que possa me fazer sentir como m***a. Eu voltei [para o Instagram] porque estou lançando músicas, mas eu contei para minha melhor amiga, Courtney, ontem, eu vou ter que tirar isso do meu celular novamente, logo. Eles sabem que eu tenho uma personalidade que se vicia e isso pode não ser saudável”.

No decorrer da entrevista, Gomez revela que “Rare” é um de seus trabalhos mais pessoais, que todos os altos e baixos vividos por ela, resultaram nele. Amanhã (10), poderemos matar a nossa curiosidade sobre esse tão aguardado álbum.

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets