Após criticar "parada do orgulho hétero", Chris Evans expõe razões pelas quais ela não deveria existir

Após ridicularizar a tentativa de três homens que pretendem promover uma “parada do orgulho heterossexual” em Boston, capital do estado de Massachusetts (EUA), Chris Evans voltou a tocar no assunto através de sua conta no Twitter.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/no-mes-do-orgulho-lgbtq-querem-criar-uma-parada-hetero-em-boston-e-chris-evans-resumiu-tudo-que-sentimos-sobre-isso/

Na nova publicação, o ator de “Vingadores: Ultimato” demonstrou estar decepcionado com o número de falsas equivalências existentes entre paradas de orgulho gay e hétero.

Ao compartilhar um texto de James Fell, escritor de artigos para o Los Angeles Times, Chicago Tribune, TIME, The Guardian, entre outros, Evans fez um pedido aos seus seguidores: “ao invés de optarem pela raiva imediata (o que, na verdade, é apenas medo daquilo que não se conhece), reservem um tempo para buscar empatia e crescimento“.

Confira, abaixo, a tradução completa do texto repostado por Chris:

“É oficial. Boston terá uma ‘parada do orgulho hétero’.

 

Eu sou hétero. Gosto de ser assim, pois nunca vivenciei intolerância por conta da minha sexualidade. Não precisei lutar pelo meu direito ao casamento com a pessoa que escolhi. Não precisei me preocupar com a possibilidade de ser agredido ou morto por não aceitarem a pessoa com quem desejo dormir. Não precisei ficar no armário por conta do medo ou me preocupar com a reação da minha família, amigos ou colegas, ao me assumir.

 

Nunca fui ofendido por ser hétero. Ninguém me disse que eu queimaria no inferno por ser assim. Não há programas que me torturam até que eu deixe de ser hétero. Não há países em que eu possa ser sentenciado à morte por ser dessa forma.

 

Por ser hétero, nunca precisei lutar por nada ou me manter firme contra algo. Portanto, não há razão alguma para que eu me sinta orgulhoso disso. Grato pelos privilégios que possuo? Com certeza. Mas orgulho? Não consigo enxergar.

 

O que vejo é que essa parada possui o nome errado. Não é uma ‘parada de orgulho hétero’. Deveria se chamar ‘parada para os homofóbicos de merda’.

Para Chris Evans, as conquistas do movimento LGBTQ+ são muito importantes, principalmente porque seu irmão, Scott Evans, assumiu-se gay há alguns anos. Com essa experiência, o ator considera muito valioso o contato com pessoas diferentes, pois tal convívio estimula a compreensão e a compaixão no dia a dia.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/peticao-de-taylor-swift-em-apoio-a-comunidade-lgbtq-ja-passa-de-100-mil-assinaturas-saiba-como-assinar/

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets