Após ataques de ódio, Karol Conka responde: “Toda raiva contra mim deveria ser usada contra Bolsonaro”

Karol Conká, serviu bastante polêmica no BBB 21, tanto que até os dias de hoje, mais de dois meses após o fim do programa, a cantora continua sendo uma das mais faladas do reality, seja pela sua mudança de comportamento, visual e até estilo musical.

Eliminada com 99.17% dos votos e se tornando a participante mais rejeitada da história, Karol cedeu uma entrevista ao jornal Folha de São Paulo e falou sobre todo o ódio que ainda sofre em suas redes sociais, mas deu uma alternativa para esses seguidores que ainda despejam ofensas em suas mídias sociais. Conká sugeriu que toda a raiva, ofensas e ódio contra ela, deveria se centrar no Presidente da República, Jair Bolsonaro.

>>> Karol Conká invade top 50 do Spotify Brasil com seu novo single, “Dilúvio”

“Isso merece o gasto de energia para ir às redes ou às ruas e protestar. Nossa raiva tinha que ser canalizada para isso. Então, estou de mão dada aí com todo mundo que é fora morte, fora Bolsonaro. Estou na torcida para que o milagre aconteça”, disparou a rapper.

Karol Conká para Folha de S. Paulo

Karol também revelou que ficou sem utilizar redes sociais por mais de dois meses, apagando os aplicativos de seu smartphone e deixando tudo aos cuidados de sua equipe. Mesmo com toda onda de ódio que Karol colheu, a cantora conquistou o melhor engajamento social de sua carreira, aumentando seus números em mais de 1100%.

>>>  Segundo revista, Karol Conka apresentou aumento de engajamento em 1100% após sua participação no BBB 21

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<