#PFBRChoice – Saiba quais são os 10 maiores hits de Taylor Swift no Reino Unido

Taylor Swift levou algum tempo para estabelecer uma carreira saudável no Reino Unido, em que a música country não tem mesmo vez, mas vem ocupando cada vez mais espaço com seus últimos lançamentos pop.

Seus últimos dois discos, Red e 1989, lideraram as vendas na UK Albums Chart, com o último inclusive vendendo mais de 1 milhão de cópias só por lá, e os singles são outra história se comparados ao histórico antigo de Swift. Apesar de nunca ter tido (até agora) um hit número #1 no país – para a surpresa de alguns fãs – a cantora visitou o Top 10 vezes o suficiente para ser um nome de peso por lá.

taylor

Confira abaixo os 10 maiores hits de Taylor na Terra da Rainha, enumerados pelo Portal Famosos Brasil levando em consideração primeiro o pico na parada, e em seguida o desempenho comercial e estabilidade. Caso a música tenha ficado mais tempo no UK Singles Chart, mesmo que o pico tenha sido menor que de outra cujo tempo de vendas foi menor, então esta estará na frente:

10. ‘WILDEST DREAMS’ (2015)

O quinto single do último álbum de Swift, 1989, não foi assim tão bem-sucedido no Reino Unido como foi nos Estados Unidos, onde chegou à 5ª posição da Billboard Hot 100, mas permaneceu impressionantes 12 semanas na parada. Mesmo com o pico relativamente baixo, Wildest Dreams superou até mesmo outros singles da cantora que conseguiram posições mais avantajadas.

Pico: #40 – Semanas na parada: 12

9. ‘EVERYTHING HAS CHANGED’ (2013)

Everything Has Changed é uma das inúmeras músicas trabalhadas oficialmente durante a era Red, que começou em 2012 e se estendeu até o início de 2014. A colaboração com Ed Sheeran, apesar de não ter se saído tão bem assim no resto do mundo, acabou se tornando ironicamente um dos maiores sucessos de Swift na Grã-Bretanha, onde chegou ao Top 10 e vendeu mais de 60 mil cópias.

Pico: #7 – Semanas na parada: 17

8. ‘STYLE’ (2015)

Style foi o terceiro single trabalhado de 1989 e teve um desempenho moderado nos charts britânicos, chegando à 21ª posição, perdendo feio se comparado aos singles anteriores, que entraram ambos no Top 5, mas permanecendo um tempo considerável dentro do Top 100.

Pico: #21 – Semanas na parada: 19

7. ‘BAD BLOOD’ (2015)

A explosiva colaboração com Kendrick Lamar, que contou ainda com um clipe recheado de celebridades, obteve um máximo de #4 nas tabelas inglesas, ao contrário do que aconteceu na Billboard, onde o #1 foi certo.

Pico: #4 – Semanas na parada: 19

6. ‘22′ (2013)

22 pertence à era Red e se provou bem-sucedida, ao menos no Reino Unido, com um pico de #9 e permanecendo 24 semanas no Top 100. No resto do globo, a música se conteve dentro de Tops 20 e Tops 40.

Pico: #9 – Semanas na parada: 24

5. ‘WE ARE NEVER…’ (2012)

Carro-chefe do Red, We Are Never Ever Getting Back Together é outra música que parou em #4 nas paradas de sucesso do Reino Unido, mesmo tendo vendido, no fim, 200 mil cópias.

Pico: #4 – Semanas na parada: 33

4. ‘BLANK SPACE’ (2014)

Maior hit de Swift nos Estados Unidos até então, Blank Space foi o primeiro de dois singles do 1989 à chegar à 4ª posição do UK Singles Chart. No Reino Unido é agora o quarto single mais rentável da loira, com mais de 650 mil cópias vendidas.

Pico: #4 – Semanas na parada: 32

3. ‘I KNEW YOU WERE TROUBLE’ (2012)

Segundo de três singles de Swift que chegaram à vice-liderança, Trouble ficou mundialmente conhecida pela icônica performance da cantora no BRIT Awards de 2013, e por seu flerte com gêneros eletrônicos que ela nunca havia experimentado antes.

Pico: #2 – Semanas na parada: 40

2. ‘LOVE STORY’ (2009)

Primeiro sucesso de Taylor na Terra da Rainha, Love Story é a única música do álbum Fearless da lista. Ela chegou, sem prometer, à 2ª colocação do chart e já vendeu, até hoje, 650 mil cópias.

Pico: #2 – Semanas na parada: 44

1. ‘SHAKE IT OFF’ (2014)

Shake It Off, sim, é o ponto alto da carreira da ex-princesinha country na Inglaterra. Mesmo tendo batalhado por semanas pelo topo, Swift foi rebaixada novamente à vice-liderança e conseguiu seu terceiro hit número #2. Que é, até então, seu maior pico na parada local. Mas mesmo não tendo quebrado a “maldição”, o pontapé inicial do 1989 comercializou mais de 890 mil cópias no país e é o single mais vendido da hitmaker por lá.

Pico: #2 – Semanas na parada: 50

Alguns dos lançamentos mais famosos das eras iniciais de Swift, como You Belong With Me e Mine, sequer entraram no Top 20 da parada de singles.

É notável que, só depois de 2012, apesar do sucesso de algumas músicas aleatórias, ela conseguiu reconhecimento britânico. Será que, no próximo CD, o primeiro #1 vem? De qualquer forma, Taylor já pode alegar sua cidadania local.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<