Irmã de Paulo Gustavo responde Bolsonaro: “Não pronuncie o nome do meu irmão, o senhor vem pelas trevas e traz morte”

A irmã do humorista e apresentador Paulo Gustavo, tomou forças e decidiu responder o presidente da republica, Jair Messias Bolsonaro, após o parlamentar ter prestado condolências à família do humorista que faleceu precocemente aos 42 anos, por complicações da COVID-19.

Juliana Amaral, irmã de Paulo, decidiu prestar uma última homenagem ao seu querido irmão e postou uma foto em com uma das frases mais famosas do humorista, “Rir é um ato de resistência”, acompanhado de um pequeno coraçãozinho. A imagem postada no Instagram da moça, trouxe também um longo texto em total repúdio as condolências que Bolsonaro prestou à família do ator.

Juliana não poupou palavras para responder como deveria o presidente da República, pendido para que o parlamentar nunca mais diga o nome de Paulo Gustavo, a mesma boca que recusou vacinas e que condenou tantos à morte, segundo a irmã do humorista.

Só agora tive forças de vir responder como o senhor merece, e o mínimo que eu posso lhe dizer é que, por coerência, nunca mais ponha na sua boca o nome do meu irmão. Essa boca que disse não à vacina e condenou tantos à morte, essa mesma boca que debochou imitando pessoas com falta de ar, pessoas que viveram o horror que meu irmão viveu, não pode ser usada para pronunciar o nome dele nem lamentar a morte de todos os vitimados pela Covid.

Juliana Amaral, irmã de Paulo Gustavo

O texto postado por Juliana foi tão comovente que em menos de 24 horas atingiu 200 mil curtidas e comentários que apoiaram as palavras da irmã do nosso eterno Paulo Gustavo.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<