Irmã mais nova de Britney revela que está sendo ameaçada de morte

Irmã mais nova de Britney revela que está sendo ameaçada de morte

Jamie Lynn Spears utilizou suas redes sociais para falar sobre os ataques e ameaças quem recebendo por conta de simpatizantes do movimento “Free Britney” e recentemente, os relatos tem assustado bastante a atriz.

Lynn contou que ela e suas filhas, Maddie de 13 anos e Ivey, de 3 anos, estão sendo ameaçadas de morte por seguidores na internet. Jamie Linn entrou no centro do furacão que envolve a liberdade de Britney, que sofre uma tutela que já dura 13 anos, imposta pelo pai de Britney e os fãs da Princesa do POP se revoltaram pela irmã mais nova da cantora não se pronunciar sobre o caso.

>>> Segundo site americano, Bessemer Trust abriu mão da tutela partilhada de Britney Spears

Segundo rumores, caso o pai de Britney venha a falecer, Jamie Lynn será a responsável legal pela vida de Britney Spears, tendo direto sobre a vida financeira e pessoal da cantora. Em seu Instagram, a atriz de Zoey 101 escreveu:

“Olá. Eu respeito que todos tenham seu direito de se expressar, mas por favor, parem como as ameaças de morte. Especialmente quando se está ameaçando crianças.”

Irmã mais nova de Britney revela que está sendo ameaçada de morte

Justiça americana decide que pai de Britney Spears continuará como seu tutor

Os fãs da cantora e a própria Britney Spears tiveram uma péssima notícia nesta manha, já que a justiça dos Estados Unidos decidiu manter a tutela parcial do pai de Britney, Jamie Spears sobre a cantora. O pedido do advogado de suspender o pai da cantora como tutor e dar o controle exclusivo do patrimônio da cantora para Bessemer Trust Company of California foi “rejeitado pela juíza Brenda Penny, de acordo com uma sentença consultada pela CNN.

Entretanto, o caso acabou tendo uma reviravolta, já que BTCC abriu mão da tutela com o pai de Britney, dando plenos poderes a Jamie. O momento ainda é sensível para Britney, já que mesmo sendo processos diferentes, com tudo que relatou para a corte americana na última semana, não teve peso para a juíza que cuida do caso protocolado em setembro, o que deixa o caso da cantora com um futuro incerto de vitória.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<