Pela primeira vez após o caso, Preta Gil se manifesta sobre confusão envolvendo Anitta e outros artistas

Parece que hoje a internet tirou o dia para fazer a famosa “lavagem de roupa” e o pior de tudo, perante milhares e milhares de internautas. Nesta manhã de domingo, vazou um áudio de Anitta explicando para alguém que não teve nome revelado, qual foi o verdadeiro motivo de desentendimento entre a intérprete de “Fuego” com Pabllo Vittar, Preta Gil e o apresentador e humorista Gominho.

No áudio, Anitta explica que a funkeira e amiga próxima, Jojo Maronttinni, teve acesso a um grupo onde alguns nomes como o de Preta Gil,Pabllo Vittar e Gominho, estavam presentes e neste grupo de conversas e supostamente, o trio falava mal sobre Anitta, sobre seu casamento e também sobre os pets da cantora. Além dos comentários sobre sua vida pessoal, segundo Anitta, o trio também realizava comentários depreciativos contra a cantora sertaneja Marília Mendonça.

Ao saber da história, Preta Gil se viu obrigada a utilizar suas redes sociais para falar sobre o ocorrido e garantiu para o público e também para Anitta que tudo não passava de uma mentira. O tal grupo informado por Jojo não existia e além de desmentir a intérprete de “Que Tiro foi Esse”, Preta também aproveitou para desmentir o jornalista Leo Dias, alegando que diversas histórias contadas pelo profissional na biografia não autorizada de Anitta eram falsas, incluindo o suposto comentário de que Ivete Sangalo ficaria chateada caso a cantora participasse do DVD de Claudia Leitte.

Preta também desmentiu a fala onde Anitta teria dito que a intérprete de “Só o Amor” se referiu a cantora sertaneja Marília Mendonça como “gorda”.

Confira o relato;

” O que me deixou muito chateada é a história de que no grupo, eu, Pabllo e Gominho, eu estava falando mal da Marília Mendonça, que eu estava falando horrores dela, que eu disse que ela era gorda. Oi? Pra mim eu acho que isos é talvez a coisa mais absurda de todas eu nunca falei nada da Marília para nenhuma pessoa, eu não tenho motivos para falar mal de uma mulher que eu admiro. Chamar a Marília de gorda, em primeiro lugar, eu nunca chamei, em lugar nenhum, segundo, chamar alguém de gordo, não é ofensa. Eu sou uma mulher gorda.

O que eu enxergo na Marília, tá na força, tá no caráter, tá no talento, seja ela gorda ou magra, seja ela gorda, ela é bonita sim, ela é linda sim. Gorda ou magra a gente tem que parar com isso. Todo mundo sabe o quanto eu luto há anos, eu não to falando de agora, dessa onda, dessa leva do empoderamento feminino, que é um movimento que eu apoio e que eu luto há anos. Como pode, eu Preta, chamar alguém pejorativamente de gorda, achando que eu to falando mal de alguém, por estar chamando ela de gorda no grupo de Whatsapp?”