"Eu era praticamente desconhecida antes dessa parceria com a Iggy Azalea" – declara Charli XCX

Na última sexta-feira (30),  Charli XCX concebeu entrevista para o Grammy Awards. Na entrevista, a interprete de “Bloom Clap” falou sobre sua parceria com Iggy Azalea, além de contar o conceito por trás do “Sucker, seu terceiro álbum de estúdio.  Abaixo, confira a declaração dada por Charli:

Eu acho que quando as pessoas começaram a ouvir minhas músicas na rádio elas ficam em choque. “Porque estava tocando aquilo nas rádios?” Agora para mim é algo normal, apesar que sempre achei isso normal, eu acho que para muitas pessoas,  é um estilo musical meio diferente para tocar em uma rádio pop, mas para mim é apenas uma coisa comum quando você escreve algo bom tem que tocar em algum lugar.

Eu sempre achei que a Iggy fosse inovadora,  e o clipe de Fancy trouxe um modo diferente de interpretação dessa classe (ricos), e trouxe uma outra visão do mundo rap, além do mais, hoje é difícil de se ver colaborações boas com musicas de rap, eu era praticamente desconhecida antes dessa parceria com aIggy e ela estava emergindo, eu sinto que essa foi uma parceria de verdade.

Meu novo álbum se chama Sucker, foi inspirado na minha vida, a pura realidade, o nome do álbum é bem pessoal, sempre mostrei o dedo do meio mentalmente para aqueles que pensavam que eu não teria sucesso na minha carreira, e esse titulo também representa a música da industria que é desonesta e ele vem pra encher o vazio das pessoas na qual trabalham com a mesma.

Alem de ser um álbum muito pessoal, eu digo apenas verdades com as minhas músicas, e nesse álbum digo coisas que antes sempre tive medo de dizer, a gravação do álbum foi grande parte com meus amigos, chegamos até gravar em um hotel mal assombrado, gravamos também no Westside Studio, Michael Jackson gravou nesse estúdio, bom, eu sinto que fiz um bom trabalho com esse álbum, algumas pessoas talvez não gostem, mas essa sou eu.”

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets