Álbuns regravados de Taylor Swift poderão ser indicados ao Grammy, com algumas restrições; entenda

Taylor Swift está chamando a atenção do mundo por estar regravando todos os seus seis primeiros álbuns e, obviamente, a maioria das pessoas possuem dúvidas quanto a isso e uma das mais comentadas é: “as regravações poderão ser indicadas ao Grammy?”. A resposta é sim, mas com algumas observações e restrições.

Segundo um porta-voz da Academia, em conversa com a Billboard, os álbuns regravados poderão ser indicados por conta das faixas inéditas e essas também poderão ser indicadas em categorias de composição, pois nunca foram lançadas anteriormente. O restante das faixas só seriam elegíveis em categorias de performance se fossem gravadas nos últimos cinco anos.

Como a cantora sempre se manteve presente fortemente nas indicações ao Grammy, acredita-se que com a regravação do “Fearless” não seja diferente, afinal, o álbum obteve um total de quatro vitórias na sua época, incluindo ‘Álbum do Ano’.

Caso Swift receba alguma indicação com as novas versões, isso não seria um feito inédito, pois Frank Sinatra, Elton John, James Taylor e outros também conseguiram ser indicados e levaram os prêmios por regravações. Porém, nunca ocorreu de um artista ganhar ‘Álbum do Ano’ duas vezes pelo mesmo trabalho, então de a cantora conseguir esse feito ele seria inédito.

A nova versão do álbum “Fearless” será lançada no dia 09 de abril e contará com seis novas faixas. Até o momento, apenas a regravação do hit “Love Story” foi disponibilizada.

>>> Já segue o PFBR no Facebook? Não? Tá perdendo varias novidades. Deixa seu like!

>>> Sabia que a gente tá comentando tudo sobre BBB no Twitter? Vem!