Adele comenta sobre protestos nos Estados Unidos: “sou solidária com a luta pela liberdade e justiça”

Durante a onde de protesto contra o racismo e a morte de George Floyd, nos Estados Unidos, Adele foi uma das cantoras que se pronunciou a favor dos manifestantes. Em sua conta no Instagram, a cantora compartilhou a foto de Floyd e afirmou ser solidária com a luta das pessoas negras por liberdade e justiça.

A dona do hit “Hello” pediu para as pessoas ficarem concentradas, mesmo com raiva e para todos continuarem ouvindo, perguntando e aprendendo sobre racismo e o movimento “Black Lives Matter”. A cantora também ressaltou que isso não acontece apenas nos EUA e que o racismo está presente em todo o mundo, assim como a violência policial e a desigualdade.

Vários artistas se mobilizaram e foram as ruas pedir por justiça. Diretamente nos protestos ou de suas casas, cada um está ajudando como pode. Várias petições estão disponíveis na internet pedindo justiça por inúmeras mortes de negros, em todo o mundo, vítimas do racismo, como uma pedindo justiça pela morte de João Pedro, garoto de 14 anos, morto pela polícia carioca, dentro de sua própria casa. Faça sua parte e assine aqui.

Várias outras petições estão disponíveis na thread abaixo: