Publicista de Taylor Swift rebate Kim Kardashian após modelo a chamar de “mentirosa”

Em uma série de tweets, Kim Kardashian não se calou e expôs toda a sua opinião sobre o caso de “Famous” entre Taylor Swift x Kanye West. “Eles claramente conversaram, então eu fiz com que todos vocês vissem”, disse a modelo, responsável por liberar a primeira versão do vídeo anos atrás. Hoje, a publicista de Swift, Tree Paine, resolveu se pronunciar no Twitter.

“Eu sou a publicista da Taylor e essa é a minha NÃO ALTERADA declaração original. Inclusive, quando você corta algumas partes, você está editando. OBS: De quem vocês puxaram o saco para vazar esse vídeo?

“Kanye não ligou para pedir aprovação, e sim para pedir que Taylor lançasse o single “Famou” em sua conta do Twitter. Ela recusou e o adverteu sobre lançar uma música com uma mensagem tão forte de misoginia. Taylor nunca foi avisada sobre a verdadeira letra ‘eu fiz essa vadia famosa’.”

No último sábado (21), o vídeo completo da conversa entre Taylor e Kanye sobre a música “Famous“, single do rapper que inclui o trecho “acho que a Taylor me deve sexo, eu fiz essa vadia famosa”, vazou na internet. O vazamento comprova que a dona do hit “Shake it Off” realmente não aprovou que, no vídeo oficial para a música, Kanye incluiria uma imagem de cera da cantora nua, assim como não teve conhecimento sobre o trecho em que West a chamaria de “vadia”.

A esposa de Kanye West, Kim Kardashian (responsável por assimilar a imagem de Taylor Swift a uma cobra anos atrás, quando a história emergiu na web), surgiu hoje (24) em seu Twitter para defender o marido. Foram 9 posts ao todo.

Taylor Swift decidiu reacender uma chama antiga – que a esse ponto da história já parece bem egoísta devido ao que milhares de vítimas reais estão enfrentando agora. Eu não senti a necessidade de comentar a alguns dias atrás, e eu estou, na verdade, bem humilhada em estar fazendo isso agora, mas já que ela insiste no assunto, eu sinto que não tenho escolha a não ser responder que ela na verdade está mentindo. […] Eles claramente conversaram então eu fiz com que todos vocês vissem. Ninguém nunca negou que a palavra ‘vadia’ foi utilizada sem a permissão dela. Na época em que eles conversaram, a canção não havia sido escrita completamente, mas como todos podem ver no vídeo, ela manipulou a verdade da real conversa em seu pronunciamento, quando sua equipe disse que ela ‘recusou e adverteu ele sobre lançar uma música com uma mensagem tão forte de misoginia’. A mentira nunca foi sobre a palavra ‘vadia’, foi sempre se houve uma ligação ou não, e o tom da conversa. Eu nunca editei o vídeo (outra mentira) – eu somente postei alguns trechos no Snapchat para provar meu ponto e o vídeo completo que foi vazado recentemente não muda a narrativa. […] Kanye documentou a criação de todos os seus álbums para uso pessoal, contudo, nunca divulgou nada para consumo público e a ligação entre os dois teria sido mantida privada ou teria ido para o lixo, caso ela não tivesse mentido e me forçado a defendê-lo.

Essa será a última vez que falo sobre isso porque, honestamente, ninguém se importa. Peço desculpas por entediar vocês com tudo isso. Eu sei que estão todos lidando com coisas mais sérias e importantes“.

Taylor Swift se pronunciou brevemente na última segunda-feira (23) através de uma story em seu Instagram. “Ao invés de responder àqueles que estão me fazendo perguntas sobre como me sinto sobre a filmagem que vazou […] arraste para cima para ver o que realmente importa”, disse a cantora, divulgando um link de doação para organizações que combatem a fome.