#PFBRchoice – Os 30 anos de "Control", de Janet Jackson, e seu impacto monstruoso na música

Janet Jackson é um ícone.

Mas, dificilmente de acreditar, nem sempre foi tratada como tal. Antes de Control, seu terceiro álbum de estúdio, que foi lançado neste mesmo dia exatos 30 anos atrás, a irmã caçula da família Jackson, que já nadava na grana e abusava do estrelato com a fama do quinteto de irmãos mais famosos e de Michael, encontrava problemas para se firmar como cantora independente anteriormente.

control-537a1482b5339

Antes de 1986, Janet tinha tentado a sorte com dois discos mal-sucedidos que, hoje em dia, raramente são lembrados pela própria, e foi em Control que ela literalmente assumiu o controle de sua carreira, tanto criativo quanto profissionalmente, se libertou das amarras de ex-marido e pai e ressurgiu do limbo de “irmã menos famosa” como integrante indispensável da realeza do pop oitentista.

O LP produziu sete singles – seis de sucesso – com cinco tendo entrado no Top 5 da Billboard Hot 100, feito surpreendente para a época e para a atualidade. Um destes foi When I Think of You, que acabou se tornando a primeira de dez músicas de Jackson a chegar ao topo da parada.

janet

Outros títulos como What Have You Done For Me Lately?, Control, Nasty, Let’s Wait Awhile e The Pleasure Principle também marcaram a carreira da performer, que, após este disco, jamais foi a mesma.

Até hoje, Control se baseia unicamente na liberdade: é este o momento que Janet Jackson deixa de ser a irmãzinha de Michael e apresenta um catálogo tanto capaz de rivalizar com o próprio quanto reescrever a história da música pop.

Relembre o maior sucesso da era abaixo: