"O Poderoso Chefinho" supera "A Bela e a Fera" nos cinemas dos EUA na última semana

A animação “O Poderoso Chefinho” arrecadou US$ 49 milhões nas salas de cinema nos Estados Unidos e roubou a liderança de “A Bela e a Fera“, um sucesso estrondoso que vinha dominando os cinemas desde que estreou  há três semanas. O clássico da Disney acrescentou US$ 48 milhões aos US$ 395,5 milhões que já rendeu nos Estados Unidos.

Os críticos não receberam bem “O Poderoso Chefinho“, que gira em torno de uma disputa entre crianças. Alec Baldwin dubla o poderoso bebê de terno e gravata, liderando um elenco de vozes que inclui Tobey Maguire, Steve Buscemi, Jimmy Kimmel e Lisa Kudrow.

O desenhou custou mais de US$ 100 milhões à DreamWorks Animation, e a previsão era que rendesse US$ 30 milhões já na estreia. “Ele funciona porque é um conceito ótimo, e colocar Alec Baldwin, que é uma voz tão conhecida, para dublar um bebê beira o genial”, disse Chris Aronson, chefe de distribuição dos estúdios Fox.

Críticas

Aronson disse ter ficado surpreso por as críticas à animação não terem sido melhores. “Fiquei chocado e ainda estou”, afirmou. “É ótimo quando você tem crítica e público alinhados, mas é doloroso quando não tem. Você se pergunta por que o público gostou tanto e a crítica não”.