Hacker israelense que vazou o 'Rebel Heart' de Madonna é indiciado por crime digital

Assim como aconteceu com ‘Give Me All Your Luvin’, mas de uma forma bem pior, todas as demos e informações do novo e atual disco de Madonna, o ‘Rebel Heart’, vazaram na rede meses antes do lançamento, que primeiramente era marcado para abril e foi alocado para março, no começo do mês.

Depois de ser achado e preso, o hacker israelense responsável por dar dor de cabeça a equipe de Madonna, Adi Lederman, foi indiciado por crime digital e está preso. O homem de 39 anos é acusado de invasão de computador, monitoramento secreto proibido, violação de direitos autorais e obstrução da investigação.

De acordo com o site ‘The Hollywood Reporter’, Adi acessou as demos ainda em março de 2014, vendendo canções para clientes por por alguns dólares, e muitas vezes, isso chegava a uma quantia bastante alta.

Foi revelado também que ele teve acesso a demos do disco ‘MDNA’, que foi lançado em 2012. Lederman ainda é responsável por comercializar a demo de ‘Give Me All Your Luvin’, primeiro single do 12° disco da veterana e que vazou meses antes também.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<