'Foda-se essa merda, só queremos viver nossas vidas': Em show no March Madness, Rihanna defende comunidade LGBT contra leis recentemente estabelecidas na Indiana

O show de ontem realizado por Rihanna no March Maness Festival foi muito além do que o retorno solo da artista aos palcos e estreia de canções. A cantora também foi firme em defender os direitos dos gays que estão se revoltando com uma nova lei que foi estabelecida há alguns dias na Lousiana.

A lei, denominada Religious Freedom Restoration Act (Lei de Restauração da Liberdade Religiosa, ou RFRA na sigla em inglês), foi assinada na semana passada pelo governador republicano Mike Pence. Ela estabelece que o governo e leis estaduais não podem restringir de forma substancial a capacidade de pessoas, empresas, associações ou instituições de seguirem suas crenças religiosas. Segundo críticos, a lei permite que comerciantes e prestadores de serviços se recusem a atender clientes gays. Um proprietário de buffet, por exemplo, poderia se negar a fornecer serviços a um casamento gay alegando que a união entre pessoas do mesmo sexo fere sua crença religiosa.

Reprodução: [BBC]

E por conta disso, Riri falou em alto e bom tom durante uma parte da apresentação:

“Quem está sentindo na pele essas novas leis do caralho que eles estão tentando passar por aqui? Eu digo foda-se para essa merda”, desabafou Rihanna gritando. “Nós apenas estamos querendo viver a nossa merda de vida direito. Indiana!”, acrescentou enquanto pedia para que as pessoas gritassem: ‘Foda-se essa merda’.

Ao mesmo tempo, em tom de patriotismo, Rihanna também estreou uma nova faixa ainda hoje, ‘American Oxygen’, que estará presente no seu novo disco que deve ser lançado em breve.

Confira o vídeo:

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets