Disney+ coloca aviso legal de racismo em seus filmes antigos; entenda

O serviço de stream da Disney foi lançado este mês nos EUA, Canadá e Holanda, e para a surpresa de muitos, a plataforma planejou tudo nos mínimos detalhes inclusive assumir as falhas cometidas em alguns de seus filmes.

O público que busca assistir os clássicos como “Peter Pan”, “Dumbo” e “A Dama e o Vagabundo” conseguem ver um aviso na descrição do filme de que o conteúdo apresentado pode conter representações culturais desatualizadas.

Os conteúdos classificados racistas são personagens que apresentam paródias estereotipadas de negros, asiáticos e índios.

Outros títulos como “Aristogatas”, “Fantasia” e “Mogli” também possui o aviso legal, mesmo que as citações preconceituosas estejam ligeiramente escondidas na sinopse do filme.

Entenda quais são as representações:

Em “A Dama e o Vagabundo” há um gato siames cujo a dublagem é uma paródia bastante ofensiva do sotaque utilizado do lesta asiático.

Em “Peter Pan” os personagem fazem uma má representação do índios norte-americanos

Em “Dumbo” o personagem Jiw Crow é uma representação caricata dos negros em geral, que além do sotaque, apresenta os negros como trapaceiros.

Sem dúvidas, essa atitude do serviço de stream se torna uma grande reparação histórica para todas as nacionalidades que se sentiram ofendidas com as representações.