Após gravar uma cena para seu novo filme, Cacau Protásio é alvo de ataques racistas e gordofóbicos

Cacau Protásio é sem dúvida uma das maiores atrizes da atualidade. A artista se entrega de corpo e alma quando o assunto é atuar e nos presenteia com papeis memoráveis. No entanto, nem todos pensam assim. Recentemente, a atriz foi alvo de ataques enquanto gravava uma cena de seu novo filme.

    No último domingo (24), Cacau estava com toda equipe no quartel central do Corpo de Bombeiro no centro do Rio de Janeiro para gravar uma cena de seu novo filme “Juntos e Enrolados”. A atriz faz o papel de Daiana, uma sargento que desperta a paixão de seu tenente, Marcos Pasquim.

    E foi em meio as gravações que os Bombeiros que fazem parte daquele batalhão mostraram sua desaprovação com as cenas gravadas. Através de um áudio um deles .

    “Olha a vergonha ai no pátio do quartel central, essa mulher do ‘Vai Que Cola’, aquela gorda, botou a farda aí e botou uns dançarinos viados com roupa de bombeiro.”

    Já em outro áudio um segundo integrante comenta o caso e ainda cita o Governador do Rio, Wilson Witzel, que se ajoelhou para o jogador Gabigol após o Flamengo ganhar a Libertadores.

    “Vergonhoso, mete aquela gorda, preta, filha da **** numa farda de bombeiro, uma bucha de canhão daquela, um bando de dançarino viado […] lamentável”

    Através de sua conta no Instagram Cacau mostrou-se indignada com os preconceitos sofridos

    “Sou negra, sou gorda, sou brasileira, sou atriz, eu conto histórias, conto ficção. Não mereço ser agredida, assim como nenhuma pessoa. Eu respeito a opinião de alguns bombeiros que dizem que ‘ah, eu não acho certo’, mas vai ver realmente a história antes de agredir. Eu printei tudo o que foi colocado na minha página. Tem uma menina no Facebook também falando mal. Postou uma foto minha de farda e os coleguinhas dela me detonando. Tudo isso eu printei, porque é crime. Você ser preconceituoso é crime. Racismo é crime. Você pode não gostar, mas tem que respeitar. E por que esse ódio? Juro que não entendo…”

    View this post on Instagram

    Vídeo 1.

    A post shared by Cacau Protásio (@cacauprotasiooficial) on

    View this post on Instagram

    Vídeo 2.

    A post shared by Cacau Protásio (@cacauprotasiooficial) on

    View this post on Instagram

    Vídeo 3.

    A post shared by Cacau Protásio (@cacauprotasiooficial) on

    Em nota oficial, a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro informou que “não compactua com qualquer ato discriminatório. A corporação se solidariza com a atriz Cacau Protásio e já abriu procedimento interno para identificar o(s) militar(es) e apurar a conduta. O CBMERJ reforça o seu compromisso com a população de ‘Vida Alheia e Riquezas Salvar’ independente de cor, gênero, raça ou qualquer outra distinção. Os atos divulgados não representam a corporação centenária que, por anos seguidos, é considerada a instituição mais confiável do Brasil.”