Político conservador está tentando banir Beyoncé do Canadá depois do Super Bowl

Beyoncé tocou bem na ferida dos racistas, e eles não estão gostando nada disso.

Depois da polícia americana como um todo promover um boicote geral contra ela e sua apresentação no Super Bowl, onde cantou Formation, um single que denuncia o racismo extremo do país e a violência velada das autoridades contra a comunidade negra e periférica, agora é um político canadense conservador que está tentando derrubá-la.

Jim Karygiannis, que aparentemente não se dá bem como o movimento das Pnteras Negras no Canadá – um grupo de militantes negros radicais que visa destituir o sistema racista – acredita que Beyoncé está envolvida com seus inimigos e quer bani-la do país.

jim

Jim Karygiannis – Reprodução: Portal Famosos Brasil

Beyoncé escalpela haters e oferece aulão grátis de empoderamento negro em “Formation”

A estrela pop se apresenta em Toronto no dia 25 de maio com sua nova turnê mundial, que leva o título da polêmica canção, e isso Jim não quer aceitar:

“Talvez o Ministro John McCallum deva investigá-la primeiro?”, destilou ao The Sun“Se alguém usa aquele tipo de vestimentas e apoia um grupo de raciais, eles não devem ser bem-vindos no país, não há sombra de dúvidas disso.”

Beyoncé vai cair na estrada novamente em abril, e antes disso deve lançar seu sexto álbum de estúdio.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<