Mc Rebecca: da periferia para todo o Brasil

“Eu sou a mina da quebrada, que adora rebolar a raba, então chega mais perto pra tu ver qual é”

Mulher, negra, periférica e empoderada. Essas são as palavras que chegam perto de definir a jovem de 20 anos que viu sua vida se transformar da água para o vinho em 2018. Rebecca Alves, mais conhecida como Mc Rebecca, não esperava que sua primeira música de trabalho “Cai de Boca” fosse dar a ela o título de revelação do funk carioca.

Sempre foi meu sonho estar no palcos e cantar, tive essa oportunidade com ‘Cai de Boca‘” conta a funkeira para o PFBR “Cai de Boca’ foi um presente da Ludmilla e produzida com o Dj Zebrinha, gravei e ela explodiu“.  A cantora, que começou a carreira artística como passista da escola de samba Acadêmicos da Salgueiro, conta que ficou surpresa com o súbito sucesso da canção. “Eu fiquei muito feliz pois não esperava que ‘Cai de Boca’ fizesse tanto sucesso em tão pouco tempo, foi tipo, uma semana!” finaliza.

 

 

Depois de “Cai de Boca”, Mc Rebecca lançou o proibidão “Coça de Xereca” que, mais uma vez, fala sobre o prazer feminino. “Sobre ser mulher e cantar funk putaria: é muito orgulho! Eu sempre me perguntava porque a maioria dos homens cantavam proibidão e porque poucas mulheres cantavam esse estilo” conta Mc Rebecca “Eu acho que dou voz para as outras mulheres cantarem sobre o que elas sentem vontade. Por que eu não posso cantar sobre o que acontece? Sobre o que realmente acontece, a mulher tem que sentir prazer sim e isso tem que ser falado sim!

 

O clipe de “Coça de Rebecca” versão clean do proibidão já conta com mais de 2 milhões de views. Foto: Reprodução

 

O sucesso de Rebecca como cantora foi tão grande que as músicas não pararam e vieram as famosas: “Ao som do 150”, “Revezamento” e por fim a parceria com Djonga e Karol Conká que agitou o carnaval “Nossa Que Isso”.  Com tantos trabalhos e sua filha, Morena, para cuidar, a funkeira conta quais as partes boas e as partes ruins de ser uma das divas do funk:

O que mudou mais em minha vida foi minha rotina, muito trabalho, participação em show. Além disso eu tenho meus compromissos durantes a semana que são aula de canto, academia, fono, terapia, aula de interpretação e também faço inglês”  conta Rebecca “A parte boa disso tudo é eu aprendo coisa nova todos os dias e a parte ruim é que fico longe da minha família, da minha filha, mas elas entendem

O ano de 2019 começou bem para Mc Rebecca, com o lançamento de “Nossa Que isso” a gata ganhou ainda mais notoriedade e surpreendeu a todos ao revelar que os versos que canta na canção ela mesmo compôs, é ou não é uma artista de verdade? Segundo a funkeira esse ano promete e já podemos esperar por novidades.

Para 2019 estou planejando muitos hits com ritmos diferentes e também algumas composições minhas como em ‘Nossa Que Isso’ onde eu escrevi minha parte e cantei. Vocês podem esperar muita coisa boa e, por falar nisso, em abril tem o lançamento de ‘Sento com Talento’ minha próxima música de trabalho“.