Há 10 anos, na véspera da semana santa, Lady Gaga lançava o polêmico single “Judas”

Há 10 anos, na véspera da semana santa, Lady Gaga lançava o polêmico single “Judas”

Os cristãos já comemoraram neste ano a Sexta-Feira Santa, que significa na história cristã, o dia em que Jesus Cristo foi morto e ressuscitava no Domingo de Aleluia, três dias após sua morte. Mas em 2011, a data aconteceu no dia 22 de abril, isso porque o calendário se modifica devido aos feriados de Carnaval. Com o fim das festividades, se dá o início o período de quaresma, 40 dias até a morte de Cristo.

E foi também em abril que Lady Gaga teve a incrível ideia de anunciar o lançamento do single “Judas”, faltando exatamente SETE dias para o feriado que se dá a peregrinação de Cristo até a morte, exatamente, como Gaga retrata no clipe do segundo single do “Born This Way”.

>>> DJ White Shadow conversa com Lady Gaga sobre lançamento do “ARTPOP Act II”: “vamos nos reunir quando ela voltar”

A ação de Gaga foi fortemente repreendia por cristãos e conservadores americanos, que chegaram até a afirmar que Gaga fazia parte de seitas satânicas. Antes do lançamento do vídeo musical, o presidente da Liga Católica, William Anthony Donohue, criticou a cantora pela retratação de Gaga como Maria Madalena e que lançar o single e videoclipe próximo e após os feriados da Semana Santa, Sexta-Feira da Paixão e Sábado e Domingo de Aleluia.

O videoclipe que foi lançado duas semanas depois, trouxe Gaga como Maria Madalena, que tenta proteger Jesus, interpretado pelo ator Rick Gonzales, das traições de Judas, vivido pelo ator Norman Reedus. O clipe traz cenas que bateram de frente com a igreja católica e com o Vaticano, tais como a lavagem dos pés de Cristo, o apedrejamento de Maria Madalena e até um suposto romance Jesus e Maria Madalena, que historiadores acreditam que aconteceu e que Jesus e Maria deixaram herdeiros.

>>> Produtor de Lady Gaga segue Pabllo Vittar e rumores de colaboração no “Chromatica Remix” aumentam

O sucesso de “Judas” foi absoluto, atingindo o top 10 da Billboard Hot 100, além de ter conquistado mais de 378 milhões de visualizações e outras 138 milhões de reproduções no Spotify.

Vamos relembrar o clipe?

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<