Kesha sai na frente em processo judicial com Dr. Luke

Após meses de ofensas um contra o outro, eis que as primeiras informações no caso Kesha x Dr. Luke vem sido reveladas. A juíza responsável pelo caso resolveu desconsiderar o processo de Dr. Luke contra Kesha, por difamação.

Tudo começou no ano passado quando Kesha processou seu até então mentor com acusações de assédio sexual e estupro, daí então o produtor Dr. Luke resolveu processar a cantora de volta por difamação e depois afirmou que Kesha só estaria fazendo isso para conseguir uma quebra de contrato sem multa. Desde então um tem processado o outro por diversas razões, até mesmo a mãe de Kesha foi envolvida no caso em um dos processos de Luke contra a cantora.

Kesha primeiro apresentou  detalhes de como ela se envolveu com a empresa de produção de música de Dr. Luke, em 2005, antes de supostamente ter sido manipulada e forçada a usar drogas e, em uma ocasião, ser estuprada por seu produtor , ela também disse que foi explorada artisticamente por Luke.

Logo após o inicio do processo, Dr. Luke apresentou sua própria denúncia contra a cantora, em Nova York, colocando as alegações de Kesha como parte de uma tentativa para quebrar seu contrato com a  gravadora sem pagar multa. A ação também envolvia a mãe de Kesha – Pebe –  e seus representantes da Vector Management. Um pouco depois, Dr. Luke também levou uma ação similar em um tribunal do Tennessee.

No início deste mês , a suprema corte do Tribunal de Justiça de Nova York, Shirley Kornreich, determinou que o caso fosse movido para a Califórnia e também decidiu que a ação de difamação do Dr. Luke contra Kesha fosse suspensa, ela disse que ambos os processos “apresentam reivindicações semelhantes, com a possibilidade de decisões contraditórias,  e o tribunal da Califórnia alega reivindicações legais específicas da Califórnia”.

Ela também apontou que Kesha e Dr. Luke residem na Califórnia, e que os alegados delitos (o abuso sexual, entre outras coisas) ocorreram na cidade, informou a Billboard.

Esta decisão, sem dúvida, dá Kesha uma vantagem tática, os advogados do Dr. Luke não estão contentes, porque eles vêem com uma polêmica global, principalmente sobre os contratos – promoções que designam para New York como foro para julgar qualquer litígio. Por esta razão, eles pressionaram o juiz da Califórnia para retardar a ação judicial da Kesha em benefício próprio.

Agora, na tentativa de apelar, os advogados de Dr. Luke argumentam que o juiz de Nova York  “faltou com discrição para efetivamente re-escrever os contratos das partes”, para pausar uma disputa que envolve as partes que não estão envolvidos na ação Califórnia, e para adiar a julgar suas alegações de difamação e quebra de contrato. Dr. Luke está infeliz com a perda de controle do lugar e da natureza da batalha.

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets