Jay-Z retira sua discografia de serviços de streaming como Spotify e Apple Music

E não deu outra. Jay-Z retirou nessa sexta (07/04) toda sua discografia da Apple Music.

O rapper que é dono do serviço de streaming de música concorrente Tidal já havia feito isso em março de 2016, mas os álbuns retornaram ao serviço meses depois.

Dessa vez, a exclusão foi total.

Agora ao procurar “Jay-Z” na Apple Music, apenas as músicas em que ele colaborou com outros artistas estão disponíveis para transmitir na plataforma nos Estados Unidos e em outros lugares.

A mesma coisa acontece no Spotify. Apenas discos antigos ainda podem ser encontrados. Nesta sexta-feira (7), através do Twitter, o serviço de streaming esclareceu aos fãs a decisão de Jay-Z e sua gravadora da retirada do material.

A batalha pela exclusividade nos serviços de streaming continua.

Além de Jay-Z estar monopolizando suas canções junto de Beyoncé no TIDAL, esta semana foi anunciado que a Universal fechou contrato com o Spotify para suporte de lançamentos exclusivos na plataforma mais usada mundialmente.