IIIy faz live nesta quarta

IIIy faz live nesta quarta

Desde bem pequena, Illy já entoava seu canto doce nos saraus da família na Ponta do Humaitá em Salvador. Os mais entendidos faziam questão de profetizar que aquela menina se tornaria uma grande cantora. O tempo passou, ela cresceu e o timbre suave e preciso chama atenção de qualquer ouvido amante da boa música. Sua discografia traz o elogiado Voo Longe, álbum de estreia produzido por Kassin e Moreno Veloso e o audacioso “Te adorando pelo avesso”, com regravações pop e contemporâneas do repertório de Elis Regina. 

IIIy faz live nesta quarta
Fotos Roncca

É a mistura desses dois álbuns que a cantora traz no seu show virtual. Canções que se tornaram sucessos na voz de Illy como “Só eu e você” (Chico César), “Afrouxa” (Arnaldo Antunes, Betão Aguiar, Davi Moraes e Pedro Baby) e Djanira (Arnaldo Almeida, Jarbas Bittencourt e João Luís) se unem a clássicos da música brasileira como “Alô, alô, Marciano” (Rita Lee e Roberto Carvalho) e “Trem azul” (Ronaldo Bastos e Lô Borges). O resultado é um show pra cima, versátil e irresistível. A apresentação acontece pelo YouTube (/portalsescrio) e Facebook (SescRJ) do Sesc Rio. 

Em 2016 a baiana radicada no Rio de Janeiro lançou o EP “Enquanto você não chega” produzido por Alexandre Kassin e emplacou “Só eu e você” na trilha da novela Sol Nascente. Ano passado ela disponibilizou no seu canal do youtube a websérie “Illy e a MPB de todos os sons” com episódios cantando ao lado de nomes como Caetano Veloso, Fagner, Chico César, Roberta Sá, entre outros. 

As produções da cantora foram tão bem-vindas que colocaram Illy na lista do Google Play com vinte nomes de promessas com base em análise feita a partir de buscas, streamings e discussões em redes sociais. 

Seu primeiro álbum, “Voo longe” foi lançado em abril de 2018 e colecionou ótimas críticas em veículos de imprensa espalhados por todos o Brasil. No disco, Illy canta diferentes gerações de compositores como Chico César, Arnaldo Antunes, Djavan, J. Velloso, Quito Ribeiro, Jonas Sá, Alberto Continentino , Davi Moraes, Pedro Baby, entre outros. 

No início de 2019, a baiana cantou “Pelos ares” no disco “Nada ficou no lugar” com a nova cena interpretando Adriana Calcanhotto e lançou duas novas versões de “Só eu e você”: Uma em formato acústico, produzida por Moreno Veloso e com direito a um belo solo de ehru (espécie de violino chinês com duas cordas). E a outra intitulada “Só eu e você na pista” um dancehall com participação de Duda Beat e remix de Tomás Tróia, um verdadeiro hit da nova cena. 

Outras parcerias importante da cantora naquele ano foram com Silva, no single “Nós dois aqui”, lançado em fevereiro pelo capixaba, e com Arnaldo Antunes e Baco Exu do Blues na versão “Devagarinho 2.0”. 

Ano passado, após o convite do programa Versões do canal Multishow, Illy se encorajou a cantar o repertório de sua grande ídola, Elis Regina no disco “Te adorando pelo avesso”.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<