BAFTA 2020: Academia assume falta de diversidade entre seus indicados

Depois que os indicados ao BAFTA foram anunciados muitas pessoas começaram a questionar o fato de não existir nenhum ator negro, asiático e latino nas categorias anunciadas, logo foi levantada a hashtag #BAFTASoWhite para protestar a falta de representatividade na escolha da academia.

Assumindo a falha, Emma Baehr diretora de prêmios e afiliação deu uma declaração para Variety sobre o caso.

“Gostaríamos que houvesse mais diversidade nas indicações, mas isso continua sendo um problema em todo o setor. Gostaríamos de ver indicações mais diversas e trabalharemos mais e impulsionaremos mais o setor. Mas isso não deve tirar aqueles que foram indicados.”

A academia também prometeu uma ação de igualdade de gênero, afirmando que a próxima edição será dedicada às diretoras já que na categoria de diretores ficou apenas com indicados homens.

Os responsáveis pelas redes da premiação atualizaram a foto de capa do twitter com uma imagem de Eddie Murphy e Viola Davis juntos em uma edição anterior, isso acabou gerando mais indignação da parte do público.

Imagem

Vale lembrar que não faltavam opções para serem indicadas, como por exemplo Awkwafina e Zhao Shuzhen que realizaram um trabalho incrível em “The Farewell“, Song Kang-Ho pelo seu papel em “Parasita“, Cynthia Erivo com sua atuação em “Harriet“, Lupita Nuyong’o em “Nós” e também o desempenho de Jennifer Lopez em “As Golpistas”.

Sem dúvidas essa falta de inclusão é uma questão que ainda assombra as grandes premiações pelo mundo a fora. Será que um dia teremos indicações justas nesses prêmios? Conta pra gente direto nas nossas redes sociais qual o seu ponto de vista.