Azealia Banks comenta carta aberta de Lana Del Rey e diz que ela tem inveja das mulheres negras

Lana Del Rey divulgou hoje (21), uma carta aberta, em que expunha o sistema machista e patriarcal que envolve toda a indústria musical. Segundo ela, ela sempre foi julgada e criticada por, supostamente, glamurizar os relacionamentos em suas canções.

Logo na abertura da carta, a cantora diz:

“Agora que Doja Cat, Ariana, Camila, Cardi B, Kehlani, Nicki Minaj e Beyoncé tiveram músicas #1 falando sobre ser sexy, sem usar roupas, fod****, traindo e etc, posso voltar a cantar sobre se sentir bem por estar apaixonada mesmo se o relacionamento não é perfeito, ou dançando por dinheiro, ou o que eu quiser, sem ser crucificada ou dizerem que eu glamorizo o abuso?”

Tal colocação levou algumas pessoas a interpretarem erroneamente a intérprete de “Blue Jeans”, como se ela estivesse dando uma indireta para artistas que conquistaram o topo com suas canções recentemente. Quem não poderia ficar de fora de mais uma confusão, é Azealia Banks, que fez questão de deixar sua opinião polêmica sobre o assunto, insinuando que este seria um comentário racista.

“Esperem, vocês perceberam que ela não mencionou a Iggy, que também tem um #1 mostrando sua bunda? Lana foi diretamente nas garotas negras. Poxa, a inveja é muito real” – escreveu. Questionada por um fã que disse que ela menciona Ariana Grande, ela respondeu: “Ariana é uma mulher negra”.