Youtuber questiona: Anitta foi descancelada?

Anitta está descancelada? O Youtuber Spartakus Santiago tenta responder essa pergunta em seu novo vídeo “ANITTA FOI DESCANCELADA? – Análise da cultura do cancelamento & descancelamento”, divulgado hoje (19), em seu canal do YouTube.

No vídeo, Santiago faz uma análise da carreira de Anitta e as polêmicas dos últimos anos, principalmente quando ela foi duramente criticada e pressionada a ter um posicionamento político em 2018.

O youtuber explica, que como a estrela passou a representar os brasileiros, mulheres, pessoas de periferia e os LGBTQ, foram criadas expectativas exacerbadas por uma posição politica da cantora em relação ao candidato x da época, esse, que era oposto aos direitos e ideais  de grande parte de seus fãs.

Mesmo que em 2018, a funkeria tenha ‘vacilado’, ao dizer nos stories que seu voto era secreto, deixando de apoiar inicialmente o movimento “Ele Não”, Anitta foi exposta no Twitter provocando o primeiro e maior cancelamento nacional.

A hashtag “#AnittaIsOverParty” ficou nos trends topics. O tempo passou e a cantora voltou a ser cancelada diversas vezes, e atualmente, em pleno 2020, a cantora continua sendo a artista mais influente do país. Seletivo ou não, Anitta segue mostrando que nenhum cancelamento é maior que ela.

Na análise, o youtuber explica: “O cancelamento também reflete uma lógica onde pessoas são tratadas como produtos que são descartados quando perdem utilidade”. Porém, isso não afetou Anitta, e agora ela está tentando se posicionar sobre essas questões políticas do Brasil, mas não por pressão, e sim por interesse próprio.

Anitta disse recentemente ao Extra, que não se sente bem falando sobre algo que não tem total domínio: “Gosto de falar de coisas que consigo debater até o fim. Por isso, demoro às vezes para me expressar sobre algo. Se coloco uma hashtag, vou querer discuti-la até se esgotar o último argumento”. – contou.

Por fim, Spartakus afirma que Anitta não foi cancelada apenas por seu ‘deslize’ em 2018, e sim pelas expectativas de seu público, que ao invés de entender a posição da cantora, passou a enxergá-la como um “ícone militante”, projetando em suas obras bandeiras de lutas que talvez a cantora nem entenda.

Confira o vídeo de Spartakus:

Amante de música pop, o Youtuber vem nessa quarentena trazendo diversos conteúdos sobre Lady Gaga, Beyoncé e agora Anitta. Fica a dica!