Will.i.am, do Black Eyed Peas, é vítima de racismo; entenda

O líder do grupo “Black Eyed Peas”, Will.i.am, passou por uma situação no mínimo constrangedora enquanto viajava para Sidney, na Austrália, na última sexta-feira (15).

Segundo o rapper, compositor, ator, DJ e produtor musical norte-americano, uma das aeromoças do voo foi extremamente rude com ele depois do mesmo não ter ouvido o aviso de desligamento dos aparelhos eletrônicos, durante a aterrissagem. O artista relatou tudo em sua conta no twitter:

“Ela mandou a polícia atrás de mim porque eu não ouvi o aviso, já que estava fazendo batidas [musicais] no avião enquanto usava fones de ouvido abafadores. Eu não quero acreditar que ela seja racista, mas ela claramente despejou as suas frustrações apenas em pessoas de cor.”

Will.i.am ainda revelou que, além disso, foi carregado para fora do avião por 5 policiais, e respondendo a um seguidor explicou:

“Eu coloquei meu laptop de lado quando ela me pediu. Por que ela se sentiria ameaçada por mim a ponto de chamar a polícia? O que eu fiz de errado? Eu não estava fora de controle. Eu fui educado e fiz o que ela me pediu”

Seguindo com o relato, ele escreveu citando diretamente a companhia aérea responsável pelo voo, a Qantas, e ainda revelou o nome da aeromoça responsável pela infeliz atitude:

“Sua #AeromoçaRacista foi muito mais que rude e levou isso a outro nível ao chamar a polícia para me prender. Graças à Deus, os outros passageiros testemunharam que ELA estava fora de controle. A polícia finalmente me liberou, agora imagine se eles fossem tão agressivos quanto Lorraine Marshall”.

Alguns seguidores do artista parecem não ter gostado da exposição do nome da aeromoça, e um deles chegou a comentar que “É nojento que você tenha exposto o nome dela publicamente. Eu vejo um processo vindo aí”. Como resposta, Will.i.am rebateu: ” Se eu fizesse algo errado ou fosse ao menos um pouco rude com um fã ou um jornalista trabalhando, meu nome seria divulgado publicamente”.

Uma outra passageira que estava no mesmo voo onde o caso aconteceu, pediu desculpas publicamente para o produtor:

“Eu mal pude acreditar no terrível comportamento da aeromoça. Peço desculpas em nome da Austrália”.

Will.i.am ainda respondeu, agradecendo as palavras da seguidora.