Vai ser O retorno do rap: reunindo os melhores produtores e artistas, Iggy Azalea fará GRANDE comeback neste primeiro semestre; saiba tudo

Com gravadora independente depois de todas as frustrações que passou nos últimos anos, Iggy Azalea não deixou se abalar pelas críticas nem muito menos polêmicas e está pronta para o combate, ou melhor, o round 2.

A boa recepção de “Kream” e a entrada da música na Hot 100 dos Estados Unidos animou tanto a australiana que seu novo projeto está sendo tão ousado e arriscado quanto o álbum “The New Classic”, lançado depois do grande sucesso “Fancy” de 2014.

Trabalhar com grandes profissionais e artistas do entretenimento é o foco dela.

Primeiro que na parte de produção ela não está brincando em serviço: se reuniu com J. White, responsável pelos hits “I Like It” e “Bodak Yellow” de Cardi, até o momento as maiores canções da precoce carreira da rapper que explodiu em 2017.

https://twitter.com/iggyazaleanobr/status/1082621955197620226

Além disso, algumas músicas como “Sally Walker” já estão confirmadas para serem lançadas no trabalho, que ainda está cercado de mistério.

E o clipe?

Há alguns dias, Iggy convidou através de sua conta no Twitter a super drag queen Shea Coulée para participar do clipe da música “Sally Walker”. Para quem não sabe, a drag fez parte da nona temporada de RuPaul’s Drag Race e se consagrou como a que conquistou mais desafios na edição, ou seja, seria incrível ver Iggy com ela, não é mesmo?

Ainda não sabemos se Shea aceitou o convite… mas bem que podia, né?

https://twitter.com/iggyazaleanobr/status/1084097258474405890

https://twitter.com/iggyazaleanobr/status/1084937079786795010

Além disso, esta é uma fase que Iggy Azalea está driblando a negatividade.

Depois do episódio em que a rapper Bhad Bhabie jogou bebida nela como forma de intimidá-la e provocá-la, a australiana pediu para que os fãs não liguem mais para os shades e indiretas que Bhad vem jogando para Iggy em suas atitudes e músicas.

O motivo seria supostamente a Atlantic Records, que vem sendo acusada de pagar e oferecer contratos a rappers novatas para difamarem publicamente nomes como o de Iggy e Nicki Minaj.

Além disso, usar a famosa “Payola”, expressão usada para definir “jabás” pagos por essas gravadoras para que músicas de artistas toquem bem nas rádios e tenham desempenhos “comprados” de fachada nas principais paradas.

https://twitter.com/iggyazaleanobr/status/1084095834222923777

O segundo álbum de estúdio de Iggy pode se chamar “In My Defense”, segundo rumores. Será o primeiro disco dela em anos depois do primeiro “The New Classic”.

“Estou muito orgulhosa do meu álbum. É melhor do que 95% de tudo que eu já produzi, e ainda está apenas metade pronto.

Vale lembrar que Azalea tentou lançar o “Digital Distortion” em 2016 sem sucesso após ser vítima de vazamentos e boicotes, e o EP “Survive The Summer” que chegou às lojas digitais e aplicativos de streaming ano passado.

Só vem, Iggy!