"Todo Dia" de Pabllo Vittar torna-se o videoclipe original de uma drag queen mais visto do YouTube

A cada ano e novo lançamento, Pabllo Vittar se consagra como uma das mais relevantes artistas do universo LGBTQ não só no Brasil, como também em todo o mundo.

O lançamento de “Vai Passar Mal”, seu primeiro álbum de estúdio, rendeu no começo de 2017 o hit “Todo Dia”, que no segmento, foi um dos maiores sucessos do Carnaval.

A sua popularidade foi tanta que a produção ultrapassou “Sissy That Walk” de RuPaul e tornou-se o videoclipe original de uma drag queen mais visto no YouTube, superando produções únicas internacionais como as de Adore Delano, Alaska Thunderfuck, Sharon Needles e outras que participaram do RuPaul’s Drag Race.

Pabllo caminha junto de Willam Belli, também participante do reality que apresenta a paródia mais vista da plataforma, “Boy Is A Bottom“, em seu trio feito pelas também drags Vicky Vox e Detox, com 21 milhões de visualizações.

Apesar das exibições serem mais que o dobro das da intérprete de “Nêga”, o vídeo trata-se de uma versão cômica de “Girl On Fire” da Alicia Keys, portanto, Vittar detém a coroa como artista musical original com a produção para sua faixa com Rico Dalasam. “Chow Down” do trio DWV – paródia de “Hold On” de Wilson Phillips e “Es Una Pasiva” – versão em espanhol de “Boy Is A Bottom” – também são destaques no YouTube trazendo visibilidade para o cenário drag/LGBTQ na plataforma.

Além de de Pabllo Vittar, outras drag queens que são famosas por seu trabalho musical e autoral são Adore e Alaska. As produções mais vistas das cantoras são “Adore You” com 5 milhões de visualizações – e “Your Make Up Is Terrible” – com 3 milhões de visualizações.

Enquanto isso, Pabllo já finalizou as gravações do seu novo videoclipe, para a faixa “K.O”, próximo single do “Vai Passar Mal”.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<