Tinashe destrói candidato republicano ao Congresso que usa charts para atacá-la: “diz muito sobre você”

Nos últimos dias, os Estados Unidos vem sendo tomados por protestos antirracistas, que foram desencadeados a partir do assassinato brutal de George Floyd por parte da polícia da cidade de Minneapolis. Diversas celebridades se manifestaram contra as atitudes tomada pela polícia e os protestos irromperam país afora.

Tinashe tem sido uma grande voz ativa dos protestos, e acabou sendo atacada pelo candidato republicano ao Congresso, Errol Webber, apoiador do Presidente Donald Trump, que usou o fraco desempenho da cantora em paradas musicais para atacá-la.

Confira a sequência de tweets:

“Donald Trump é um monstro”.

“Outra ‘celebridade’ engatilhada”. – respondeu Errol.

“Você esta passando vergonha pra car****”.

“Eu acho que é um pouco mais envergonhante militar tanto quanto você e ainda assim não ser capaz de entrar na Hot 100 da Billboard… Mas isso sou apenas eu…”

“Vocês usando táticas como falar de algo completamente irrelevante como ‘charts’ ao invés de realmente defender aquele palhaço [Trump]; Diz muito sobre vocês”.

Outra candidata republicana também a atacou depois da postagem sobre Trump, usando os mesmos argumentos “maduros”:

“Interessante você dizer isso considerando o quanto a presidência foi boa para a sua vida. Por exemplo, você pôde comprar uma casa depois que a diminuição dos impostos foi aprovada, apesar da sua música não vender mais. Você deveria agradecê-lo por susas políticas”.

Vale lembrar que, recentemente, a artista já tinha chamado a atenção de Lana Del Rey por ter compartilhado vídeos dos saques ocorridos durante os protestos, o que alimentaria a narrativa de que os protestos são violentos e apagaria o objetivo real das manifestações; e de Diplo, por um comentário infeliz do produtor.