#TIMESUP: "Globo de Ouro" acontece hoje, atores e atrizes usarão preto em protesto histórico

Há diversas semanas têm se alastrado pela internet, principalmente pelo Twitter e Instagram, uma campanha histórica nascida a partir de uma iniciativa de 300 trabalhadoras da indústria de produção audiovisual hollywoodiana contra os abusos sexuais constantes na área.

O último ano foi intensamente marcado por inúmeras denúncias que começaram com acusações contra o produtor Harvey Weinstein, seguido de diversos casos, em destaque, Kevin Spacey, que chegou a ser demitido de “House of Cards”, prejudicando  a produção da temporada final.

Batizado de #TimesUp, o movimento foi oficializado através de uma carta aberta que também apresenta suas principais ações como por exemplo:

  • Um fundo de defesa legal, com o dinheiro de doações, para mulheres menos privilegiadas – como zeladoras e enfermeiras que trabalham em locais como fazendas, fábricas, restaurantes, etc. – se protegerem contra má conduta sexual e as consequências da denúncia;
  • Legislação para penalizar companhias que toleram o assédio persistente e para desencorajar acordos não divulgados para silenciar as vítimas;
  • Um movimento para alcançar a igualdade de gêneros em estúdios e agências;
  • Um pedido para que as mulheres no tapete vermelho do Globo de Ouro falem e usem preto como forma de conscientização;

Sarah Paulson, Emma Watson, Shonda Rhimes, Ashley Judd, Eva Longoria, America Ferreira, Natalie Portman, Emma Stone e Reese Witherspoon são algumas das responsáveis pelo grupo e já confirmaram presença usando preto hoje na premiação, em forma de protesto.

Diversas publicações estão sendo divulgadas nas contas pessoais dos atores e atrizes que apoiam o movimento, com informações básicas sobre metas, objetivos e algumas explicações básicas sobre o coletivo:

“Vamos todos vamos nossas promessas de ano novo: não aceitar mais assédio sexual e péssimas condições de trabalho, isso NÃO é normal.”

Eu estarei ao lado de mulheres por todas as industrias para dizer #TIMESUP (o tempo acabou) para o abuso, o assédio, marginalização e subrepresentação. Junte-se a mim! Assine essa petição para solidarizar e doar para @TIMESUPNW. 

Esteja do lado da solidariedade e doe para o @TIMESUPNW.

A premiação acontece neste domingo (7), e abre a temporada de estatuetas de 2018 em Los Angeles, na Associação da Empresa Estrangeira em Hollywood, e será exibido no Brasil pelo canal E!.