Taylor Swift revela o que a fez perceber que deveria se posicionar apoiando a comunidade LGBTQ+

Taylor Swift é a capa da icônica edição de setembro da Vogue norte-americana. Numa entrevista bastante reveladora, a artista falou sobre carreira, vida pessoal, política, direitos da comunidade LGBTQ+ e muito mais.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/taylor-swift-fala-sobre-a-cultura-do-cancelamento-e-como-sobreviveu-a-2016-atraves-da-musica/

Taylor contou à publicação o que a fez perceber que ela deveria se posicionar sobre o assunto:

“Há um ou dois anos, Todrick e eu estávamos no carro e ele me perguntou: O que você faria se o seu filho fosse gay? O fato d’ele ter que me perguntar me chocou e me fez perceber que eu não tinha me posicionado de maneira clara o suficiente. Se meu filho fosse gay, ele seria gay. Não entendo a pergunta”.

Ela completa que essa interação com seu amigo a fez questionar como os seus fãs LGBTQ+ perceberiam suas ações:

“Se ele estava pensando nisso, mal posso imaginar o que meus fãs na comunidade LGBTQ+ poderiam pensar. Foi meio devastador perceber que eu não tinha sido clara sobre isso”.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/em-entrevista-taylor-swift-fala-sobre-sexismo-na-industria-da-musica/