Taylor Swift fala sobre posicionamento político e explica por que se omitiu na eleição de 2016

Taylor Swift é a capa da icônica edição de setembro da Vogue norte-americana. Numa entrevista bastante reveladora, a artista falou sobre carreira, vida pessoal, política, direitos da comunidade LGBTQ+ e muito mais.

Taylor Swift revela o que a fez perceber que deveria se posicionar apoiando a comunidade LGBTQ+

Um dos tópicos abordado durante a conversa foi o fato da artista ter se posicionado politicamente pela primeira vez durante as primárias do estado do Tennessee, onde ela fez um post apoiando o candidato democrata e repudiando as atitudes da candidata republicana. Na época, a cantora escreveu:

“Ela [Marsha Blackburn] acredita que os locais tem o direito de recusar servir casais gays. Ela também acredita que eles não devem ter direito ao casamento. Esses não são os meus valores do Tennessee”.

Swift diz que o post foi para ajudar os fãs mais jovens a entender que, se eles queriam votar, tinham que se registrar. Para dizer à eles: “Hey, só para você saber, você não pode só aparecer lá“. Cerca de 65 mil novos votantes se registraram nas primeiras 24 horas da postagem dela.

A artista também falou sobre o fato de ter se omitido nas eleições presidenciais de 20016:

“Infelizmente, nas eleições de 2016, havia um oponente político que estava usando o apoio de celebridades como algo negativo. Ele ficava dizendo, ‘Sou um homem do povo. Sou de vocês. Me importo com vocês.’ Eu simplesmente sabia que eu não ajudaria em nada. Além disso, no verão antes daquela eleição, tudo o que diziam sobre mim era ‘Ela é calculista. Ela é manipuladora. Ela não é o que parece. Ela é uma cobra. Ela é mentirosa.’ São as mesmas coisas que gritavam para a Hillary. Será que eu seria um apoio ou um risco a mais? ‘Olha só, diga-me com quem andas e direi quem és. Olha, duas mentirosas. Olha, duas mulheres horríveis.’ Literalmente milhões de pessoas estavam me dizendo para desaparecer. Então desapareci. Em vários sentidos.”

Tradução adaptada de Taylor Swift Brasil

Taylor Swift fala sobre a cultura do cancelamento e como sobreviveu a 2016 através da música