“SOUR” supera “Evermore” e se torna álbum feminino com mais aparições no topo da Billboard 200 neste ano

“SOUR” supera “Evermore” e se torna álbum feminino com mais aparições no topo da Billboard 200 neste ano

TAL MÃE, TAL FILHA!

“SOUR”, de Olivia Rodrigo, se tornou o álbum de uma artista feminina a aparecer mais vezes no topo da Billboard 200 neste ano. A estreia da cantora entrou na lista dessa semana como o álbum mais vendido pela quarta vez não consecutiva. Com o feito, a dona de “Drivers License” superou a marca de uma de suas grandes influências, Taylor Swift, que dividia o pódio com a estrela da série “High School Musical” até semana passada.

Previsões finais da Billboard 200: Olivia no topo com “SOUR”, seguido por Doja Cat e o “Planet Her”

Lançado em dezembro de 2020, o “evermore” foi o primeiro álbum a liderar as paradas em 2021, ocupando a posição em outras semanas (na terceira semana de janeiro e na segunda semana de junho). Ou seja, no total, o sucessor de “folklore” passou três semanas no topo da lista.

Taylor Swift estende seu recorde como a artista feminina com mais entradas na história da Hot 100

Já o debut de Olivia foi lançado em maio deste ano, e já impera na quarta semana como o álbum mais vendido. Em número de semanas liderando a Billboard 200, “SOUR” se torna o segundo álbum mais bem-sucedido do ano até agora. O dono do recorde geral para 2021 é Morgan Wallen e o “Dangerous: The Double Album”. O cantor country passou 10 semanas seguidas em #1 entre janeiro e março.

Com a permanência do disco na primeira posição, Olivia Rodrigo se tornou a primeira artista a ter o primeiro álbum no topo da Billboard 200 durante quatro semanas não consecutivas, desde a estreia de Susan Boyle, entre 2009 e 2010.

UM MARCO NA INDÚSTRIA! Olivia Rodrigo repete feito incrível de Susan Boyle em parada da Billboard

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<