Sia demonstra interesse em adotar adolescente cuja mãe foi morta pelo pai

Dasani é um jovem de 16 anos que enfrenta uma vida dura. Quando ele tinha apenas quatro anos, seu padrasto (que considerava como pai) assassinou sua mãe e, desde então, ele vive em abrigos nos Estados Unidos. Sua chance de adoção é quase nula, por causa de sua idade avançada.

A história do garoto foi mostrada no documentário “Foster”, da HBO, que mostra o trabalho de assistência social dos Estados Unidos por meio do Departamento de Crianças e Serviços Familiares de Los Angeles, a maior agência municipal de direitos infantis do país.

Quem assistiu ao documentário foi Sia, que, pelo Twitter, expôs o desejo de adotar o garoto.

“Oi, Dasani. Eu gostaria de adotá-lo. Eu estou tentando achar você, fazer a checagem da minha casa, etc. Mas eu quero que você saiba que terá um lar comigo”.

Posteriormente, o tweet foi apagado, já que algumas pessoas poderiam ver aquilo como uma oportunidade da australiana “ganhar” em cima do garoto. Talvez, ela já esteja realizando o processo sem mídia. Quem sabe, né?

Confira um trecho do documentário:

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<