"Ser chique é ter valor e não preço": Ludmilla rebate preconceito de Val Marchiori

Neste ano, a cantora Ludmilla estreou em grande estilo e com todas as honras no Carnaval carioca. Além de ser tornar rainha do famoso bloco o Bola Preta, a moça também foi destaque da escola do grupo especial, Salgueiro.

O enredo da famosa agremiação foi o Malandro, respeitada entidade cultuada no candomblé e na umbanda, também conhecido como Zé Pelintra. A intérprete de 24 Horas Por Dia utilizou uma fantasia toda em tons de cinza e como parte de seu adereço, incluía uma peruca estilo-afro e uma coroa de diamantes. A socialite Val Marchiori perdeu a chance de ficar quieta e disparou que o cabelo da artista estava parecendo “Bombril“, uma famosa marca produtora de palhas de aço.

ludmilla_

Ludmilla em imagem promocional para seu álbum “Hoje”

A repercussão foi tão alta que a própria Ludmilla ficou sabendo do caso de racismo e decidiu rebater o comentário da ricaça paulista:

Depois do desfile muitas pessoas me enviaram um vídeo de uma pessoa que apresentava um programa ao vivo na TV falou que meu cabelo parecia bombril. Eu fiquei muito triste quando vi o vídeo, mas curti o restante da minha noite de ontem tranquila e com sensação de dever cumprido após o desfile da minha escola maravilhosa que arrasou na avenida.

Hoje, ao viajar pro Pará pra fazer um show vim refletindo no avião. Quem é essa pessoa? O que eu fiz pra ela? O que ela fez pra chegar onde ela está? E vi que não valia a pena ficar com raiva dela, nem bater boca nas redes sociais.

Tenho consciência de tudo que passei pra chegar aqui, vim de baixo SIM, mas lutei MUITO pra chegar onde estou e o mais importante, com um trabalho digno e honesto e com o apoio de toda a minha família e amigos que tenho orgulho de tê-los comigo sempre! Tenho muito orgulho da minha raça e não vai ser qualquer pessoa que vai me colocar pra baixo por puro preconceito , SER CHIQUE É TER VALOR E NÃO PREÇO ? Muito obrigada a todos que responderam em minha defesa

Muito bem, meus senhores. Abram alas para mais este samba.

>>> Curta o PFBR no Facebook

Siga o PFBR no Twitter <<<