Segundo Scott Borchetta, Taylor Swift teria se recusado a participar do concerto em prol das vítimas do atentado de Manchester e da March For Our Lives

A treta entre Taylor Swift e Scooter Braun parece estar longe do fim. Scott Borchetta ex-presidente da gravadora, divulgou na noite de hoje (30), uma carta aberta rebatendo as acusações da cantora.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/scott-borchetta-divulga-carta-aberta-rebatendo-as-acusacoes-de-taylor-swift-e-expoe-mensagens-trocadas-entre-ambos/

Na publicação, mensagens trocadas entre os dois também foram divulgadas, além de detalhes do acordo feito a Swift para que ela permanecesse na gravadora.

Um ponto interessante, é que, segundo Borchetta, Scooter Braun sempre teve muito apreço pela intéprete de “Blank Space“, e a teria convidado para o concerto One Love Manchester, em prol das vítimas do atentado terrorista no show de Ariana Grande; além da “March For Our Lives“, uma marcha e concerto beneficientes, organizados pelos estudantes norte-americanos contra os tiroteios em massa nas escolas do país. Segundo o executivo, Taylor Swift teria recusado ambos os convites.

Fica o questionamento se tais informações não serviram apenas para tentar manchar a imagem da cantora, que vem angariando muito apoio online.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/emocionada-taylor-swift-escreve-carta-aberta-sobre-a-venda-de-sua-antiga-gravadora-isso-e-o-pior-que-poderia-acontecer-confira-na-integra/

Vamos aguardar os próximos capítulos desta história, que ainda promete render muito!