Samira Close – a ascensão de uma gamer que introduz a comunidade LGBTQ+ no cybermundo

Com certeza você já se deparou com algum meme ou vídeo relacionado aos assuntos hilários da cearense Samira Close, sendo assim gostaríamos de enaltecer a madrinha com esta publicação e divulgar um pouco de seu trabalho que nos traz tanta alegria.

Viciada em games de todos os tipos, Samira ganhou grande repercussão nas redes sociais ao começar a fazer lives, toda montada, zoando com as mariconas em diversos jogos, combatendo também a homofobia que ainda persiste nesse cybermundo.

Em entrevista no canal da drag paulistana, Bianca DellaFancy, Samira comentou que começou a curtir games a partir de fliperamas na sua cidade natal, aparecendo pela primeira vez em lives da Rainha Matos – famosa por publicar fofocas de famosos. A moda surgiu em sua vida a partir do momento em que trabalhava como costureira para uma conhecida, agregando assim a construção da sua futura persona.


Vindo sozinha para São Paulo, as coisas começaram a mudar, as visualizações se multiplicaram e hoje ela é até cantora, vocês acreditam? Afinal, foi lançado recentemente seu primeiro single, composto por ela mesma e produzido por Leo Hainer, intitulado “Madrugada”, uma faixa melódica e profunda que conseguiu surpreender a todos com seu talento vocal. A faixa é dedicada a um amigo falecido da mesma.

Atualmente Samira carrega sua legião de fãs para suas lives todos os dias no Facebook, acompanhada de suas amigas Rebeca Trans, Danny Bond e até mesmo a cantora Kaya Conky, dando vários GLOW nas mariconas de plantão e colocando as crianças com insônia em seu devido lugar.

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets