Robert Kirkman, criador de "The Walking Dead", defende morte de personagem importante

Contém Spoilers

The Walking Dead teve o fim de sua primeira parte da 8ª temporada um pouco triste para os fãs da série. Um dos personagens mais importantes (Carl) havia sido mordido por zumbis e provavelmente direcionando a sua morte, que deverá acontecer na volta do hiatus. Muitos fãs se revoltaram nas redes sociais pelo fato de terem tirado um personagem consideravelmente importante para o desenvolvimento da série.

Porém Robert Kirkman (Criador dos quadrinhos da série) rebateu as críticas dizendo:

Scott primeiro trouxe isso para mim como uma possibilidade, provavelmente, há cerca de um ano”, diz Kirkman, que também é produtor executivo da série. “No começo, eu fiquei meio,” Bem, isso é grande, você sabe? “Eu poderia ter tido um pouco de trepidação. Mas, uma vez que ele me descreveu exatamente quais eram seus planos a longo prazo, as coisas que sairiam dessa situação e a forma como isso seria conduzido, era algo com o que eu aceitei a ideia.” (Via Entertainment Weekly)

Fãs não esperavam por isso, já que nos quadrinhos o personagem está vivo e a linha da série esteja seguindo o mesmo, de forma com que dê a esperança que toda a ideia do futuro que está nos quadrinhos seja descartada ou modificada da série, podendo causar muita frustração em todos os fãs. Robert falou sobre isso.

“Nós realmente não devemos ficar felizes quando esses personagens morrem. Nós devemos estar preocupados com o que vem depois, e antecipar e enfatizar. Nosso trabalho é agora pagar esse risco e cumprir esse interesse, e provar que esta foi uma decisão que vale a pena fazer. Isso é o que temos que fazer “

Carl era um dos cinco personagens ainda vivos que estavam desde a primeira temporada.

The Walking Dead retorna dia 25 de fevereiro com a segunda parte da 8ª temporada. A série é transmitida no Brasil pelo canal pago “FOX”.