REPRESENTATIVIDADE! Conheça 7 personagens LGBTQIA+ dos quadrinhos de ação

O mundo dos quadrinhos está cada vez mais tentando abordar assuntos sérios, como preconceito e sexualidade, em meio as suas historias, e os autores tem tomado liberdade para aperfeiçoar a personalidade de seus personagens. Com o passar dos anos alguns importantes heróis e vilões, estão “saindo do armário”, veja alguns deles.

Arlequina
A Dr. Harleen Quinzel também conhecida como Arlequina, possui mechas azul e rosa, que acabaram virando marca da personagem, e elas não estão ali por acaso, Harleen é descrita como bissexual, essas cores são símbolos da bissexualidade. Quinzel já teve relacionamentos com o Coringa e o Pistoleiro. No cinema ela é interpretada pela atriz Margot Robbie, o filme “Aves de Rapina” teve como uma das suas principais criticas, a falta da personagem Hera Venenosa, com quem Arlequina já namorou, ela inclusive transformou Harleen em imune a toxinas.

Mística
A mutante Raven Darkholme, que atende pelo nome de Mística, é outra personagem bissexual, ela foi casada com o barão Christian Wagner, no mesmo tempo em que teve um caso com Azazel, com quem teve seu filho Kurt, o Noturno. Ela também manteve um relacionamento com Irene Adler, a Sina, elas foram além e até adotaram uma criança, Anne Marie, que mais tarde se tornaria a Vampira. Nos cinemas ela foi interpretada pelas atrizes Rebecca Romjin, e Jennifer Lawrence.

Homem de Gelo
Robert Louis Drake, personagem do universo de “X-Men”, conhecido como Homem de Gelo, já havia despertado desconfiança nos fãs, ele teve um breve relacionamento com a Vampira, mas se “assumiu” gay na edição 40 da HQ “Novos Mutantes”, em 2015, quando Jean Grey leu sua mente, o ato foi considerado extremamente invasivo, por Grey invadir a mente do personagem, e força-lo a se revelar. Ele demorou porque sua família é religiosa, e seu pai é um ex-militar. Bobby foi interpretado nos cinemas por Shawn Ashmore.



Lanterna Verde
Alan Scott, um dos “soldados” do grupo dos Lanternas Verdes, foi o primeiro personagem gay da DC Comics, a revelação aconteceu na série “Earth 2”, em 2012. Após o acontecimento, o autor James Robinson, revelou que as reações mais homofobicas vieram de brasileiros, na época ele disse que isso o fez querer dar um namorado brasileiro para o personagem.

Estrela Polar
Jean-Paul Beaubier personagem da Marvel, mais conhecido como Estrela Polar, foi o primeiro das historias em quadrinhos a se assumir gay, isso ainda em 1992, na edição #106 dos HQ’s da “Tropa Alfa”. Ele teve um breve romance com o mutante Colossus, também foi o primeiro a se casar, com seu namorado, Kyle Jinadu, em 2012. O fato ocorreu após a legalização do casamento de pessoas do mesmo sexo, nos Estados Unidos, sendo considerado um marco nos quadrinhos.

Wiccano
Willian Kapla mais conhecido como Wiccano, faz parte do grupo Jovens Vingadores, também do universo da Marvel Comics, ele é abertamente gay, e namora outro herói, o Hulking, eles foram o casal gay que causaram polêmica, ao exibir um beijo na capa da HQ “Jovens Vingadores: A Cruzadas das Crianças #9”, onde o então prefeito de São Paulo, Crivella, tentou censurar. Recentemente foi anunciado sua introdução ao universo cinematográfico, o ator que dará vida ao personagem ainda será revelado.

Deadpool
O anti-herói da Marvel Comics já revelou não se prender a rótulos, mas é descrito pelos fãs como pansexual, ou seja se sente atraído por pessoas independente do gênero, ou orientação sexual, ele também já relatou ter uma queda pelo Homem-Aranha, Peter Paker. Ryan Reynolds interprete de Deadpool nos cinemas, contou que torce para a sexualidade do personagem seja retratada de forma mais clara nos filmes, como é nos quadrinhos.