'Rebel Heart Tour': vendas de ingressos da nova turnê de Madonna estão mais lentas que da 'MDNA' em 2012

Madonna não está tendo a mesma sorte com esta turnê, ‘Rebel Heart’, do que as suas duas últimas no quesito vendas.

Foi reportado pelo NY Post ainda nesta noite que desde que os ingressos começaram a ser vendidos ainda no dia 9 de março, as 8 cidades que estão na agenda (nos EUA) ainda continuam com milhares de tickets parados nos postos de venda.

Em comparação a sua última, a ‘MDNA Tour’ em 2012, os números são bem diferentes:

Em apenas 20 minutos, a Rainha do Pop esgotou o Yankee Stadium, em Nova York, o que levou a promotora de shows ‘Live Nation’ adicionar uma segunda data no local para 60.000 pessoas. A empresa também acrescentou no mesmo período mais duas noites no Madison Square Garden na cidade, que devido ao excesso de público, tiveram que ser adicionadas na agenda da veterana. Foram 88 shows e mais de 300 milhões de dólares arrecadados, tornando a turnê mais bem-sucedida daquele ano, de acordo com a Billboard.

O Yankee Stadium desta vez não vai ser usado, mas tanto o Madison, tanto o Barclays Center, nos dias 16 e 19 de setembro, respectivamente, ainda tem muitos ingressos para comercialização 5 dias depois de serem disponibilizados, bem diferente da situação anterior há alguns anos. Clientes do Madison que já garantiram seus ingressos podem recorrer a outros pacotes ainda por conta dos ‘buracos’ na formação de público na arena.

Arthur Fogel, presidente da Live Nation, negou um início de vendas lentas para a turnê “Rebel Heart”.

“Estamos entusiasmados com o desempenho das vendas de bilhetes até à data, e nós não temos nenhuma dúvida que esta turnê estará ao nível de recordes das turnês anteriores”, disse ele.

Para entusiasmar a comprarem o registro que chegou às lojas ainda nesta semana, fãs podem adquirir o mesmo em pacotes especiais na compra de bilhetes para assistir a Rainha do Pop no seu novo espetáculo que começa em agosto.

O disco tem previsão de estrear com menos de 120 mil cópias na Billboard 200 dos Estados Unidos, muito menos do que o ‘MDNA’, que vendeu mais de 300 mil cópias com a mesma estratégia: CD + ingresso. Ainda é cedo para cogitar o fracasso ou algo parecido para a turnê, porém, a situação é bem diferente das anteriores, e isso é um fato. O que levava minutos, agora, leva dias e, com poucas datas anunciadas, 35 e apenas algumas disponíveis.

Madonna deve passar pelo Brasil no começo do ano que vem com apresentações da série de shows.

>>> Curta o PFBR no Facebook

>>> Agora no @oficialpfbr

Carregar mais tweets