Rappers femininas conquistam feito histórico, e batem recorde na Hot 100 em 2019

É de conhecimento geral que as rappers femininas finalmente estão conquistando o seu espaço no meio musical. O rap desde sempre foi um gênero dominado pelos homens, poucas mulheres (comparado ao número de rappers masculinos) ao longo da história conseguiram verdadeiramente se destacar.

Dificilmente mais do que 3 músicas de rap lançado por mulheres, conseguem emplacar no mesmo ano dentro da parada americana, Billboard Hot 100. Até esse ano (2019), a última vez que sete rappers femininas entraram na Hot 100 no mesmo ano, foi em 1997, ou seja, 22 anos atrás.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/invasion-of-privacy-cardi-b-conta-bastidores-obscuros-da-gravacao-do-album/

As rappers Cardi B, Nicki Minaj, City Girls, Saweetie, Lizzo, Megan Thee Stallion, Iggy Azalea e Doja Cat, conseguiram ampliar o feito que Lil’ Kim, Queen Latifah”, Missy Elliott, Foxy Brown, Salt-N-Pepa, MC Lyte e Da Brat estabeleceram vinte e dois anos atrás.

Se analisarmos que não passamos uma semana sem algum rapper masculino estar presente na parada de singles dos Estados Unidos, é extremamente gritante a forma como as rappers femininas tem tão pouco destaque, considerando o fato de que são muito talentosas, não são inferiores aos homens em nada, com versos e flows impecáveis. Felizmente a nova geração tem a proposta para mudar essa cultura.

http://5jc.0a9.myftpupload.com/megan-thee-stallion-e-nicki-minaj-estreiam-hot-girl-summer-em-11-na-hot-100-desta-semana/