Protesto "Anti-Beyoncé" é boicotado por ativistas do movimento negro em apoio à cantora

O jogo virou. Isso mesmo! O que deveria ser um protesto “Anti-Beyoncé” na manhã desta terça-feira (16) acabou de tornando uma movimentação a favor da mensagem e do empoderamento que a cantora transmitiu tanto no videoclipe para a canção “Formation” quanto para a sua performance no “Super Bowl”.

A apresentação foi alvo de críticas de pessoas e organizações conservadoras, que apontaram que a cantora não deveria trazer questões raciais para um evento esportivo daquele porte. Desta forma, protestos foram organizados para acontecer nesta manhã na frente da NFL em um movimento chamado “Anti-Beyoncé”. Ninguém apareceu. O que foi visto? Pessoas protestando na frente da organização de futebol americano dos EUA a favor da artista e também de pontos como o fim do preconceito racial, além da preservação da memória de vítimas que foram torturadas e mortas pelas polícia sem um motivo aparente – por serem negras.