Produtora se destaca no cenário de funk com grandes artistas

Dois empresários do ramo musical, Eduardo Melo e Adriano Bailo, e uma vontade em comum: tornar mais clara a relação produtora e artista com o fim de oferecer um maior suporte individualmente a cada um deles. Foi assim que nasceu a produtora musical A Luz Records.

‘A Luz’ já é uma das três maiores gravadoras no mundo fonográfico mesmo com pouco tempo desde sua fundação. Criada em julho deste ano, a produtora viu na falta de transparência de suas concorrentes no segmento musical urbano e de periferias sobre cachês, direcionamento de carreira e administração de redes sociais — como muitos grandes artistas se queixam — uma oportunidade em criar uma produtora mais humana e respeitando os artistas que ali depositam seus sonhos.

Suas concorrentes visam apenas lucros e deixam de dar um respaldo maior aos artistas que compõem seu casting, diferentemente da ‘A Luz’, que participa ativamente da composição das músicas até os shows de seus artistas. O casting, em apenas quatro meses, já conta com 21 grandes artistas do segmento funk e trapfunk e esse número tende a crescer, pois já negociação com outros grandes artistas. Mas a assessoria da gravadora deixa claro que atualmente o foco é dar estrutura e visibilidade de mercado para os artistas que já estão em seu casting com profissionais qualificados participando ativamente da carreira de cada um e tratando todos com igualdade.

Em seu casting estão artistas como MC Lelê JP, Luck Muzik, MC Duduzinho, MC Talibã, Don Pixote e outros dezesseis grandes artistas.